Beleza Negra – 23.11.2014

A sem-consciência humana!

 

Raimundo Marinho
Jornalista

Novembro Negro continua, patrocinado pelo Estado.  Depois, virão Natal, Réveillon, Carnaval, Quaresma, São João. Depois, Novembro Negro novamente. Nesse colorido, nossa consciência continuará negra.

Os extermínios de hoje reúnem herança escravocrata e crueldade humana.  As estatísticas põem os pobres, majoritariamente negros, como alvos básicos. A cor não é definidora, mas tão somente predominante.

Nossa população já foi majoritariamente de africanos e descendentes. Os índios foram reduzidos a números insignificantes e permanecem massacrados pelos modernos colonizadores, donos do capital.

A população negra é maior, mas não a única vitima desse teatro de horror. Quem são os capitães do mato? O conjunto da sociedade? Creio que sim, uns pela ação direta e tantos outros pela omissão e a indiferença.

Desponta a consciência escura de que pobre não é gente, preto não é cor e tidos como extermináveis. Pior se agregada a homossexualidade. Na raiz da violência especializada, está a sordidez da sem-consciência humana.

Querem exterminar os pobres, etiquetados de inúteis, a cor só agrava (Leiam o Horror Econômico: 1997, de Viviane Forrester). A culpa é difusa e só políticas públicas, na forma de migalhas e engodos, não resolvem o problema.

Até na África a beleza negra é ultrajada e confinada na miséria e no apartheid. Nem o princípio religioso salvará, pois vão dizer que Deus foi injusto na divisão colorida dos seres.

Só acredito em solução se o ideal humano, originalmente concebido, for resgatado, pela via da prática dos princípios cristãos! Então, desespero-me, ante o quão a humanidade se distancia disso!

(imagens copiadas da internet)

 

Igualdade Racial – 23.11.2014

Apoio do governo federal!

 

Raimundo Marinho
Jornalista

A agenda do Governo Federal em relação às raças, no Brasil, é tida como das melhores e mais abrangentes do mundo. Surgiu com a MP n° 111/2013, que criou a Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial da Presidência da República, convertida na Lei 10.678/2003.

Foi assinada pelo então presidente Luiz Inácio da Silva e considerada uma vitória das lutas do Movimento Negro brasileiro, desde os quilombos. Enfrentou penosos caminhos, mas se tornou unificado (1978) e ganhou reforço com a Constituição Federal (1988).

Houve avanços, pelo esforço governamental, modernização e democratização da sociedade, mas a desigualdade social ainda é muito cruel. Na prática e nas pontas, a proposta federal sofre velada diluição, por desvios e uso político, gerando resultados pífios.

Terras indígenas são esbulhadas, negros estão no topo da miséria e da estatística policial. Em nossa comunidade de Livramento, por exemplo, há indícios de desvios, como nas cotas raciais, com surpreendente quantidade de brancos que se declaram afrodescendentes.

Remanescentes de comunidades quilombolas, oficialmente reconhecidas, continuam na mesma miséria de antes. No registro policial, é inédita a quantidade de negros e pobres desovados em matagais.

O Governo Federal é generoso na distribuição de recursos para efetivação dessa política. Só o programa Enfrentamento ao Racismo e Promoção da Igualdade Racial” teve R$47,7 milhões, em 2013. Na Bahia, os gastos para o Dia da Consciência Negra foram de R$410 mil.

O Centro de Formação Comunitária de Livramento (Ceforc) emplacou projeto de simples caminhada, com verba de até R$15 mil. O interesse pelas causas sócio-raciais tem sido proporcional à cor do dinheiro.

Manifestações filantrópicas são raras. Persistem preconceito, discriminação, violência e pobreza dos afrodescendentes. Parece que a única cor que, de fato, interessa é o dinheiro com potencial de desvio.

(imagens tiradas da internet)

 

Greve na Educação – 23.11.2014

Prefeitura, finalmente,
aceita iniciar negociação

 

Raimundo Marinho
Jornalista

Servidores da educação e o poder público municipal de Livramento de Nossa Senhora, Bahia, conseguiram se unir em torno de uma mesa de negociação, dentro da campanha salarial da categoria, referente a 2014.

O entendimento foi intermediado pela Comissão de Educação da Câmara de Vereadores. Integram a mesa: três vereadores, quatro servidores, secretário da Educação, representantes da APLB-Sindicato e do SPEL (Sindicato dos Profissionais da Educação de Livramento).

As pautas dos dois sindicatos (APLB e SPEL) estarão em discussão, com reivindicações salariais, funcionais e sociais, que serão discutidas na primeira reunião do grupo, agendada para o próximo dia 26.11.2014.

O entendimento obtido suspendeu a greve progressiva de novembro, deflagrada pela APLB-Sindicato, como parte da campanha salarial deflagrada pela entidade desde abril de 2014.

 

Novembro Negro – 19.11.2014

A escura marcha
negra livramentense!

 

Zumbi dos Palmares

Raimundo Marinho

Jornalista

Recebemos pedido de divulgação da 1ª Marcha Livramentense Contra o Genocídio do Povo Negro. O objetivo seria “chamar a atenção da população para a morte de milhares de pessoas classificadas no perfil de pobre, jovem e negro e denunciar a violência contra negros e negras jovens”, contra “o racismo e [pelo fim] do genocídio do povo negro”.

A mensagem, via e-mail, vem do Ceforc (Centro de Formação Comunitária), dirigido por Hugolino Lima. Informa que “o projeto foi aprovado pelo Edital Novembro Negro, da Secretaria  de Promoção da Igualdade Racial do Estado da Bahia”. Mas omitiu os R$15.000,00 recebidos do Estado, pelo evento.

A caminhada será amanhã, 20, Dia da Consciência Negra, que homenageia o herói da luta contra a escravatura, no Brasil, Zumbi dos Palmares, ignorado pelo Ceforc. Horário: 16h, do Hospital à Praça João Marques, com a participação de estudantes e apresentações musicais e de capoeira.

A nota causa espanto, pela ignorância total ao líder negro e a referência a “genocídio do povo negro”, sem caracterizá-lo devidamente e sem citar qualquer estatística a respeito. No Brasil existe, sim, assassinatos de jovens, não apenas negros, todos pobres, mas longe de ser genocídio.

O objetivo divulgado pelo Ceforc destoa do Novembro Negro, organizado pela Secretaria da Promoção e Igualdade Racial, para refletir sobre políticas públicas acerca da promoção da igualdade racial, consolidar e aprofundar o enfrentamento das desigualdades de raças na Bahia.

Lembramos que genocídio é definido como assassinato deliberado de pessoas motivado por diferenças étnicas, nacionais, raciais, religiosas ou políticas, que se configura como crime contra a humanidade. Será que isso existe, no Brasil?

 

 

 

Parecer TCM – 19.11.2014

Prefeitura de Livramento tem
patrimônio líquido negativo

 

Raimundo Marinho

Jornalista

O Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) disponibilizou, em seu site, esta semana, o inteiro teor do Parecer Prévio, datado do último dia 12, em que rejeita a prestação de contas da Prefeitura de Livramento de Nossa Senhora, Bahia, relativas ao exercício de 2013, do gestor Paulo Azevedo.

Dr. Paulo: contas rejeitadas

Aponta falta de planejamento, violação da Lei nº 101/2000 (Responsabilidade Fiscal), falhas contábeis, falta de cobrança da dívida ativa, não recolhimento de tributos, violação da Lei nº 8.666/93 (licitação), desvios no Fundeb, abuso de gastos e falta de controle interno.

Houve, também, variação patrimonial negativa de R$22.994.816,02, que pode sinalizar que a Prefeitura está quebrada, ou seja, tem mais débito que crédito. Extrapolou os gastos com pessoal, o que a impedirá de receber transferências voluntárias e de pleitear crédito.

O prefeito tentou fugir da LRF, na contratação desenfreada e sem concurso de pessoal, terceirizando mão-de-obra, através de cooperativas e prestadores de serviços, mas não encaminhou ao TCM os respectivos contratos de terceirização.

Tem prazo de 30 dias para recorrer contra a rejeição das contas e da multa de R$4.000,00. Se perder o recurso, ficará a mercê da Câmara de Vereadores, em julgamento final, previsto na Constituição Federal.

 

Leia o parecer do TCM-BA, incluindo lista dos que devem multas e ressarcimentos imputados pela Corte de Contas>>

 

 

Comentário – 18.11.2014

Gestão de alta rotatividade!

 

Raimundo Marinho
Jornalista

A rejeição da sua primeira prestação de contas, relativa a 2013, pode significar a abertura das portas do inferno astral do prefeito Paulo Azevedo (foto), de Livramento de Nossa Senhora, na Bahia.

Por mais desprezo que ele possa ter pelas leis e por maior que seja sua ojeriza em ouvir quem o assessora, o fato vai persegui-lo por bom tempo, na vida política e pessoal.

Isso inclui imputação de multas e o fantasma da inelegibilidade.
Apesar de sempre aparentar não estar nem ai, vai precisar, mais que nunca, dos vereadores, advogados e algum dinheiro.

O prefeito segue o mau costume local de não ter planejamento público e gasta o dinheiro conforme seu tino pessoal. E conduz uma administração de alta rotatividade.

As áreas mais afetadas são saúde, quatro secretários em menos de dois anos, e educação, com três. Por que, como médico, o prefeito se articula tão mal com colegas da área de saúde?

Sem falar que Dra. Efigênia Cardoso e D. Luzia Machado, ex-secretárias da Saúde, são do seu grupo familiar. O alcaide também é acusado de fugir do contato com a população.

Temos problemas graves a serem resolvidos: saneamento, abastecimento de água, saúde pública. Cresce a incidência de câncer, no município, atribuída ao uso abusivo de agrotóxicos.

Há entre nós até casos de hanseníase (lepra), doença tida como erradicada, no Brasil. Nosso meio ambiente está sendo devastado, incluindo os recursos hídricos.

Precisamos, então, de muita ação e reação! Chega de mercantilismo politico-eleitoreiro! Chega de brincar de casinha de vereador e de prefeito!

 

Pinicão – 18.11.2014

E o fedor continua!

 

Raimundo Marinho
Jornalista

Inadmissível cidade como Livramento de Nossa Senhora, Bahia, ficar sem tratamento de esgoto. Tinha rede insuficiente, talvez cobrindo 30% dos domicílios, além de lagoas ultrapassadas de tratamento aeróbico.

A adutora, como denunciado há vários meses, continua despedaçada, com dejetos lançados em pastagens privadas. As lagoas foram limpas recentemente, mas nenhum sinal de substituição da adutora.

Veja a contundente matéria deste site sob o título “Pisando na merda, literalmente!” (27.05.2014). Ninguém falou mais nada. A Câmara de Vereadores, como sempre faz, nada fez.

Tentamos contato com a Prefeitura, esta manhã, por telefone, mas ninguém atendeu. E o fedor continua! D. Nete (Primeira Dama), por favor, socorro!

Veja matéria anterior>>

 

 

Política – 10.11.2014

Prefeito nem ai para
eleição na Câmara!

Raimundo Marinho
Jornalista

Pode dar com as cangalhas n’água quem apostar na preocupação do prefeito Paulo Azevedo, de Livramento de Nossa Senhora, com o que se passa na Câmara de Vereadores. Ele nunca esteve e, talvez, nunca estará nem aí.

Mesmo numa eventual desaprovação de contas pelo TCM, em que os edis terão a palavra final, ainda acho que o alcaide apostará na volubilidade e venalidade política, das quais o Legislativo costuma ser acusado.

Até aqui tem dado certo, para os que buscam abrigo fora da lei. Por onde quer que se ande, no município, ouve-se que quem, de fato, governa é a Primeira Dama. Para muitos, isso se estende ao desprezo pela tal Casa de Leis.

Mas sempre me recusei a acreditar cem por cento que Paulo Azevedo, em quem votei, pudesse ser um “pau mandado”. Só pode ser a costumeira intriga oposicionista. Só vou acreditar mesmo se vê-lo usando uma gravata floral.

Então, acredito que ele não vai se meter na eleição da Mesa da Câmara, que só interessa mesmo ao ego de 13 pessoas, os vereadores. Assim como, apesar do assédio, evitou se meter na composição do biênio que termina.

João Amorim e Antônio Luiz disputavam encarniçadamente a presidência. Paulo Azevedo foi chamado e respondeu: “não vou me meter”.  E o acordo foi
João Amorim (2013/2014) e Antônio Luiz adiado para 2015/2016.

Agora, tudo foi esquecido, sem qualquer reação do principal interessado. Certamente ele achou melhor ter já uma vice na mão (2013/2014) do que apenas acreditar numa presidência voando (2015/2016).

 

 

 

Falecimento – 10.11.2014

Perdemos a mulher rendeira!

Raimundo Marinho
Jornalista

Foi sepultada, ontem, no cemitério de Livramento de Nossa Senhora (BA), onde nasceu e

viveu, D. Judite Rosa de Souza, 97 anos. Vinha enfrentando problemas de saúde, devido à idade avançada. Era especialista na arte da renda de bilros, tipo de artesanato praticamente extinto no Brasil.
Pode ter sido uma das últimas remanescentes dessa arte tão delicada e bonita. Em abril de 2011, O Mandacaru fez reportagem com ela, quando revelou ter aprendido o ofício aos 10 anos de idade, com a própria mãe. Sua primeira peça foi um tipo de renda conhecido como “olho de pomba”.
Disse que, no começo, a produção era para uso próprio, feita nos intervalos do trabalho doméstico e na roça. Não soube dizer quanto já tinha produzido, em toda vida, mas estimava ter sido em torno de 10 mil metros de renda.
D. Judite era filha de Francisca Maria de Jesus e Emiliano Militão de Castro. Deixa quatro filhos, entre eles Nilza (Tia Pia), muito conhecia na área de saúde e no movimento católico da cidade.

(Acesse a reportagem em D. Judite).

 

 

 

 

 

Educação – 08.11.2014

As escolas do município
terão greve progressiva

 

Raimundo Marinho

Jornalista

Professores e outros servidores das escolas municipais de Livramento de Nossa Senhora aprovaram nova forma de greve. Vão parar dois dias (quinta/sexta-feira) da próxima semana; três na seguinte (quarta a sexta-feira) e quatro dias na última semana deste mês (terça a sexta-feira).

Foi decidido na reunião de ontem, convocada pela APLB-Sindicato, em resposta à administração municipal, que teria ignorado as reivindicações da categoria, na campanha salarial e social (2014), entregues ao Executivo e Legislativo, há seis meses, segundo o diretor da APLB, Jânio Soares Lima.

A categoria pede respeito ao piso nacional (Lei nº 11.738/2008), hoje de R$1.697,00, e ao Plano de Carreira (Lei Municipal nº 1.169/2011), que prescreve a valorização da categoria, promoção por cursos realizados e correção de distorções funcionais.

Querem, ainda, adicional de 1% por ano trabalhado, auxilio alimentação (jornada de 40 horas), licença prêmio em pecúnia, abono para compensar contribuição excedente, devido ao fator previdenciário, assistência médica hospitalar, eleições diretas para diretor e vice, formação profissional.

Em pausa na reunião, na AAL, o grupo foi à sessão da Câmara de Vereadores, do outro lado da praça, onde o representante da APLB-Sindicato, Gerlando Oliveira, no espaço Tribuna Livre, dedicado a entidades de classe, apresentou a pauta do movimento e pediu apoio aos vereadores.

Também houve apresentação da representante do Sindicato dos Agentes Comunitários de Saúde, Cleide Coelho. As duas participações movimentaram plenário e galerias do Legislativo. Foram denunciadas graves precariedades nos dois setores e a indiferença do Poder Executivo.

Cleide Coelho, em resumo, disse que teve de recorrer a serviços médicos da vizinha cidade de Paramirim quando necessitou de atendimento ginecológico, pois falta esse serviço na rede pública local. Afirmou que, em Livramento, quem não pode pagar exames “morre à mingua”.

Gerlando Oliveira, pouco antes da Tribuna Livre, ainda na reunião da APLB-Sindicato, desabafou: “se eu tivesse condições, minha filha não estudava na escola onde leciono”. Na Câmara, relatou atrasos de salários, má qualidade da merenda escolar, e violação da Lei do Piso e Plano de Carreira.

Nove vereadores discursaram, motivados pela presença dos visitantes, mas foram criticados, ao final, pelos servidores, devido à ausência de propostas para sanar os problemas apontados. Só blá, blá, blá, blá, blá... Detalhe: nenhum, nem da situação, defendeu a administração municipal.

 

Finanças municipais – 05.11.2014

Prefeito corta vantagens,
mas não reduz seu salário

 

Paulo Azevedo, prefeito de Livramento

Raimundo Marinho

Jornalista

Em campanha eleitoral, candidatos a prefeito não demonstram a mínima preocupação com a realidade financeira dos municípios. Se da oposição, até apontam má aplicação do dinheiro público, desvios e roubo do erário.

Empossados, mudam os discursos e adotam as lamúrias.  Mas nenhum, que se sabe, renunciou ao mandato por causa disso. Sem falar dos que deixam os cargos pessoalmente mais ricos do que quando entraram.

Em Livramento de Nossa Senhora, Bahia, Paulo Azevedo foi um desses críticos ferozes do antecessor. No cargo, teria dito, eufórico, que não sabia que a Prefeitura tinha tanto dinheiro.

Isso pode tê-lo levado a atos perdulários, como a contratação de pessoal sem concurso. Agora, a Prefeitura vive aparente crise financeira, anunciando demissões e admitindo atrasos no pagamento dos contratados.

O prefeito carimbou essa realidade, ao suspender gratificações, adicionais e horas extras, alegando perda de receita, Lei de Responsabilidade Fiscal e necessidade de ajustes (Dec. nº 196, de 27.10.2014).

Mas conservou seu salário (R$25 mil) e do vice (R$12 mil). Nosso prefeito ganha igual ou mais que a maioria dos colegas de capitais, sendo os maiores São Luís (R$ 25 mil), São Paulo (R$ 24.117,62) e Aracaju (R$ 24 mil).

O Censo IBGE-2010 registra que a renda média dos livramentenses é inferior a um salário mínimo. Dos 42.705 habitantes, mais de 16 mil declararam não ter renda. Outros 16 mil tinham renda entre R$169,50 e R$678,00.

 

 

Escolas municipais – 05.11.2014

APLB convoca reunião
plenária para sexta-feira

Jânio Lima, diretor da APLB-Sindicato

O diretor do núcleo regional da APLB-Sindicato, Jânio Soares Lima, com sede em Livramento de Nossa Senhora, Bahia, que está em campanha salarial, diz que poderá haver greve dos professores da rede municipal de ensino.

A entidade está convocando os profissionais do setor para uma paralisação, nesta sexta-feira, dia 7, com reunião plenária, a partir das 12h, na Associação dos Amigos de Livramento. Pauta: Campanha Salarial e Social - 2014.

O motivo para uma paralisação prolongada seria a recusa da Administração Municipal em compor a mesa de negociações, visando os ajustes salariais e de outras cláusulas constante da pauta de reivindicações.

A APLB assume o papel que, nas gestões de Carlos Batista (2005/2012), foi do SPEL (Sindicato dos Profissionais da Educação de Livramento), cujas lideranças, hoje, assessoram a Secretaria Municipal da Educação.

Com isso, os docentes e outros servidores do setor estão migrando para a APLB-Sindicato, que é novo na região, mas promete dar trabalho ao alcaide, que dar sinais de que não está nem ai.

 

Finados – 02.11.2014

Enfim, por que nascemos,
por que morremos?

 

Raimundo Marinho

Jornalista

O cemitério de Livramento de Nossa Senhora, Bahia, como na maioria do resto do mundo, encheu-se de vivos, nesta manhã de domingo, Dia de Finados. Centenas de pessoas foram reverenciar entes queridos, aflorando dores que nunca passam, buscando consolo nas velas acesas, flores e orações.

Padre Ademário, vigário da paróquia local, celebrou missa campal em homenagem aos mortos. Preferiu falar da celebração da vida e não da morte, como destacam as leituras bíblicas do dia: “a fé oferece a possibilidade de uma comunhão com nossos queridos irmãos falecidos, dando-nos a esperança de que já possuem em Deus a vida verdadeira” (GS18,2).

Sustentado no ensinamento de Cristo, afirmou: “diante da morte de nossos entes queridos, não devemos pensar numa perda irreparável, mas no destino esperançoso ao qual Deus nos chama”. E lembrou a promessa do Messias: “Vou preparar-lhes um lugar, para que onde eu estiver, estejam vocês também” (Jo 14,3).

Por fim, alertou: “A visita aos cemitérios não deve se reduzir em levar flores aos túmulos, ou acender velas. Convém rezar pelos nossos mortos. É a melhor flor. A Bíblia garante que ‘é santo e piedoso costume rezar pelos mortos’ (2Mc 12,45)”.

Em resumo, o padre falou do que devemos esperar ao confiar em Deus, ao seguir os ensinamentos de Jesus. Mas o humano também gritou alto, com muitas pessoas debruçadas e chorando sobre os túmulos. Muitos buscaram o único consolo visível de lá acenderem velas e depositar flores.

Entre os que lá também deixaram suas lágrimas, estava a mãe diante da foto do filho, morto aos 17 anos, há 17 anos. “Tão novo, meu Deus...”, exclamou e saiu chorando. Muitas vezes, a dor é tanta que impede de se pensar no sentido da vida, da qual a morte faz parte. Pergunta-se, enfim, “por que nascemos, por que morremos?”.

 

Contaminação – 31.10.2014

Incidência de câncer em
Livramento é preocupante

 

Raimundo Marinho
Jornalista

O aumento dos casos de neoplasia maligna (câncer) tornou-se preocupante, nos últimos anos, em Livramento de Nossa Senhora, Bahia. Porém, o assunto ainda não sensibilizou as autoridades locais nem estaduais, inexistindo estatísticas oficiais a respeito.

A preocupação resulta justamente de ter se tornado perceptível ao senso comum, mas sem qualquer ação governamental para enfrentamento do problema. Assim, não se sabe se houve aumento efetivo ou apenas mais conhecimento do que antes permanecia escondido.

A estatal brasileira Indústrias Nucleares do Brasil (INB), vinculada ao Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação, apresentou, ontem, na Câmara de Vereadores local, os resultados de um estudo epidemiológico sobre a incidência da doença em nossa região.

Cobre de 1995 a 2010, portanto com a considerável defasagem de quatro anos. Tem como foco o raio de influência de 20 km em torno da mina de urânio explorada pela própria INB, compreendendo os municípios de Caetité (sede da empresa), Lagoa Real e Livramento (Mocambo e São Timóteo).

Apesar da relevância do assunto, o evento atraiu poucas pessoas. Mas houve muito interesse e muitas perguntas por parte destas. A linha de respostas adotada pelos palestrantes, no entanto, frustrou os presentes, pois pareceram limitados ao interesse promocional da mineradora.
Segundo o consultor da Fiocruz, Tarcísio Cunha, um dos palestrantes, o objetivo do estudo foi atender a uma condicionante de monitoramento do Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente), em relação a possível contaminação resultante da extração do urânio. Não foram sinalizadas quaisquer ações corretivas ou preventivas.

Perguntas sobre o número e aumento reais dos casos de câncer, no período, e a relação dos mesmos com a contaminação pelo urânio, no caso das regiões de influência da mina, ou dos agrotóxicos, no caso de Livramento, tiveram respostas imprecisas e insatisfatórias.
O estudo evidenciou apenas melhoria dos registros sobre mortes por câncer na região, sem apontar qualquer relação com a reconhecida contaminação ambiental, nos três municípios, gerando desconfiança, já que a pesquisa foi custeada pela própria INB, tida como empresa altamente poluidora.

Conheça mais a INB em:
http://www.inb.gov.br/pt-br/WebForms/Interna2.aspx?secao_id=4&campo=41

Veja os alertas do Greenpeace sobre os perigos que envolvem a exploração do urânio como fonte de energia nuclear, em:
http://www.greenpeace.org.br/uranio/denuncia.php
http://www.greenpeace.org.br/uranio/energia.php

http://www.greenpeace.org.br/uranio/riscos.php

 

Inauguração – 30.10.2014

Abaíra e Jussiape em festa,
mesmo sem o governador

 

Raimundo Marinho

Jornalista

O governador Jaques Wagner faltou, ontem, à inauguração da pavimentação asfáltica da BA 148 (Abaíra-Jussiape), na Chapada Diamantina. O motivo teria sido falta de teto, devido ao tempo chuvoso, para que seu avião pousasse em Rio de Contas, donde iria em helicóptero para o local do evento.

Mas isso não impediu a festa da população, incluindo as autoridades da região, todos recepcionados pelo prefeito de Abaíra, João Hipólito Rodrigues Filho, que participou do descerramento da placa inaugurativa, feita pelos representantes do Derba (Departamento de Infraestrutura de Transportes da Bahia).

Ele destacou a luta para concretização obra, enalteceu a força do municipalismo e agradeceu as autoridades estaduais e os colegas da região. O ato foi embelezado pelos acordes da filarmônica Sociedade Litero Musical Abairense e o som das flautas das crianças do Projeto Flauta Mágica, executado pela Ação Social da Prefeitura. 

O primeiro ato ocorreu no anel rodoviário de Abaíra, onde o prefeito João Hipólito Rodrigues recebeu os convidados, no melhor estilo da hospitalidade sertaneja, com churrasco e cerveja. Em seguida, houve outra solenidade, em Jussiape, liderada prefeito daquele município, Gilberto Freitas.

O asfalto tem 39 km e a obra foi executada por Terrabrás-Terraplenagens do Brasil, ao custo de R$33 milhões, sendo de alta relevância para o transporte (passageiros/cargas) da região, beneficiando diretamente vários municípios, entre eles, Abaíra, Jussiape, Piatã, Rio de Contas e Livramento de Nossa Senhora.

 

Inauguração – 28.10.2014

Prefeito festeja asfalto
entre Abaíra e Jussiape

 

Raimundo Marinho

Jornalista

O prefeito do Município de Abaíra, João Hipólito Rodrigues Filho, conduziu a reivindicação, junto ao governo estadual, para que a rodovia BA 148, trecho entre Abaíra e Jussiape, fosse pavimentado e, amanhã (29), estará à frente da festa de inauguração, que deverá contar com a presença do governador Jaques Wagner. Será em dois atos, para os quais está convidando toda a população da região, um às 9h, em Abaíra, e outro, logo em seguida, em Jussiape.

 

 

Artigo – 28.10.2014

Análise política O engenheiro agrônomo livramentense Weber Aguiar, um dos “caras pintadas” do “Fora Collor”, há cerca de duas décadas, faz uma análise sobre os resultados da eleição presidencial, encerrada domingo com a vitória da presidente Dilma Rousseff, em segundo turno. Em um dos trechos do artigo, Weber afirma: “Baseado nos resultados das eleições presidenciais de ontem [domingo, 26], chego à conclusão de que o eleitor brasileiro, na sua maioria, não se importou com os casos de corrupção e desvios do erário público recentes, pois, mesmo diante de tantas denúncias, ainda deu a vitória à candidata do Partido dos Trabalhadores”. Clique aqui para ler a íntegra da sua análise>>

 

Fim das Eleições – 27.10.2014

Brasil dividido
entre ricos e pobres!

 

Raimundo Marinho

Jornalista

Dilma Rousseff vence eleição dura e leva PT para 16 anos de poder

Um tinha que vencer e venceu Dilma Rousseff, com 51,64% dos votos, contra 48,36% de Aécio Neves. O Brasil se revelou nestas eleições, sendo bastante sintomático que o PT tenha emplacado 16 anos no poder. Em nossa opinião, é para onde as análises deveriam se convergir.

Antes de dividir o Brasil entre ricos e pobres, entre Sul e Norte, é melhor analisar as causas da pobreza e as razões dos eleitores pobres. Já passei fome e sei distinguir bem entre ter e não ter uma cuia com algo dentro para comer. Mas isso não pode se transformar em cabresto eleitoral.

Aécio Neves mobilizou o Brasil

E quem conhece o Nordeste Brasileiro sabe que isso foi trabalhado na campanha eleitoral que deu a vitória a Dilma Rousseff. Nesse aspecto, a democracia fica ameaçada. Então, choro pelos meus irmãos nordestinos.

E ainda teve a magnanimidade da lei eleitoral, em permitir o uso de obras públicas na promoção da reeleição e as coligações espúrias para definir tempo de fala na TV. A reforma prometida tem de abranger esses temas!

Para mim, o marketing do PSDB falhou onde não devia. Não soube desmistificar muitos dos despropósitos do marketing adversário, aceitando, por exemplo, que R$70,00 por mês tira alguém da miséria. Até a mentira da conclusão do Metrô de Salvador não foi contestada.

Mas Aécio Neves soube resgatar, para o que contou com o carinho e lucidez dos que votaram nele, a esperança e a consciência de que política é dinâmica e tudo pode mudar, ao seu tempo e hora. Ninguém é tão genial nem indispensável para se perpetuar no poder. Só Deus!

Mas, vamos todos torcer e rezar para que as palavras da nossa presidente, de que a maturidade e a experiência dos últimos quatros anos são garantias de que fará um governo melhor, nos quatro anos vindouros!

 

Eleições – 25.10.2014

O Brasil clama por nós,
não vote nulo nem branco!

 

Raimundo Marinho

Jornalista

Duas histórias de vida (Aécio Neves e Dilma Rousseff) e dois projetos político-administrativos disputam a governança do Brasil. A escolha caberá a cada governado, que atende pelo nome de eleitor, do rico ao pobre, do instruído ao ignorante, dos sem ideologia aos fanáticos ideológicos.

A votação será neste domingo, 26 de outubro de 2014, das 8h às 17h, no horário local. E a Justiça eleitoral anuncia a proclamação dos resultados para a partir das 20h, devido ao horário de verão.  Das 23h de sábado, 25, às 22h de domingo, 26, fica proibida a distribuição de bebidas alcoólicas.

É o maior fato político ordinário de um país e os brasileiros estão mobilizados em torno dele, cada qual com suas opões e preferências, expressando-se através da diversidade de canais existentes, como permitem as regras do Estado Democrático de Direito em que vivemos.

Aqui a ali pontuam manifestações fora da curva e de desprezo ao princípio constitucional da liberdade democrática e da livre manifestação do pensamento. Mas, no geral, o brasileiro tem se comportado do modo esperado, muitas vezes, até mesmo acima dos próprios candidatos.

A reeleição é constitucional, mas sou contra, pois obstruiu a alternância de poder, que está no cerne da democracia. Provoca desequilíbrios, como o do candidato à reeleição usar o que realizou com a máquina púbica para promover sua campanha, como obras e programas custeados com o dinheiro público. Isso deveria ser vetado!

Por essa e numerosas outras razões é que optei pela história e o projeto de Aécio Neves, consciente, porém, de que ele não é nenhum “salvador da pátria”, assim como nem Luiz Inácio e nem Dilma Rousseff foram.

Vamos, portanto, às urnas, neste domingo, com nossas consciências tranquilas, nossa escolha firme e a convicção de que nunca vamos desistir do Brasil. Sobretudo, não vote nulo nem branco!

 

Comentário – 23.10.2014

Carta que muitos gostariam
de enviar para Aécio Neves

 

Colunista e escritor Diogo Mainard

Raimundo Marinho

Jornalista

Circula na internet texto de uma suposta carta atribuída ao conhecido escritor e colunista Diogo Mainardi para Aécio Neves. Independente da autenticidade, de alguma forma traduz o pensamento de muitos brasileiros, entre os quais nos incluímos, pelo que o reproduzimos a seguir, mas com duas ressalvas (...):

Aécio, meu velho, vou votar em você. Não que eu queira, verdadeiramente. Mas sobrou você como a nossa, talvez, última barreira sanitária contra esse vírus ebola que é o petismo.

Cada vez que vejo nas entrevistas o teu rosto sorridente, penso: como ele pode se mostrar tão feliz? Você parece que está vivendo permanentemente dentro de um comercial de TV - enquanto nós ficamos de fora, nos sentindo tão inseguros, tão sem saída...

Deve ser uma estratégia de campanha você contrastar tua figura "presidenciável" com o daquela senhora (...) que parece sempre estar tão mentalmente desorganizada, tão alienada do mundo.

Mas ela tem a caneta na mão e assina papéis que compram Pasadena, que importa médicos (...), que prefere investir em Cuba, Venezuela ao invés de nosso tão desesperadamente carente Brasil.

Senador e candidato Aécio Neves

E que sorrateiramente sancionou esse maldito Decreto 8243 que vai criar os Sovietes, que significa a liquidação do nosso (ainda) regime democrático.

Vou votar em você Aécio. Pode ser que você esteja mineiramente quieto e se fingindo de morto enquanto vai costurando acordos políticos que, no fim, vão virar o veneno que fará o PT entrar em coma e morrer. Pode ser...

Mas reconheça que muitos do que votarão em você o farão principalmente para se opor ao PT. Esquecendo, por um momento, dos votos dos "bolsas", somos nós que faremos a diferença.

E nós queremos botar fé que você seja o cavaleiro de armadura reluzente, que com a sua espada Durindana vai estraçalhar as hostes inimigas. Nós queremos que você seja o nosso Campeão.

Sei que não é novidade o que estou aqui dizendo, e que é inocente quem põe sua vida na mão dos outros, confiando inteiramente no Líder sob o qual faremos a guerra.

Mas que outra possibilidade temos, além de você? Aécio, fala! São tantos os temas que estão sendo discutidos por tantos, inclusive aqui no Face. Mas você não fala e nós ficamos conjecturando o que te faz tão convencional, tão discreto.

Você é neto do Tancredo, que era cheio de manhas, espertezas, tão bom

jogador de poker que foi. Talvez seja assim mesmo que se deve jogar numa eleição como esta, você deve saber - temos que confiar em teu critério.

Mas estamos ressabiados. Queremos colocar pólvora e bolas de aço em nossas espingardas, sair das trincheiras e correr contra o inimigo que nos amedronta, e que nos empurra para a defensiva.

Precisamos de tua voz e entusiasmo, Aécio. O tempo está correndo contra nós. Desculpe falar tanto em nós, nós... Seria mais apropriado dizer que, talvez, esta opinião seja só minha. Diogo Mainardi

 

 

“Lei Seca” – 23.10.2014

Juíza reedita portaria sobre
bebida alcoólica na eleição

 

Raimundo Marinho

Jornalista

A juíza Márcia da Silva Abreu, da 101ª Zona (Livramento de Nossa Senhora, Dom Basílio, Jussiape e Rio de Contas) publicou nova portaria, sob número 8/2014, proibindo qualquer forma de distribuição de bebida alcoólica, de 23h do dia 25 às 22h do dia 26 próximos, para assegurar total tranquilidade à votação do segundo turno da eleição presidencial, neste domingo, das 8h às 17h (horário local).

A medida é tomada  por quase todos os juízes eleitorais do país, para evitar que o consumo das bebidas estimule a pratica de atos que possam interferir negativamente no livre exercício do voto e na segurança, durante o processo de votação, que poderia prejudicar a população como um todo.

Quem desacatar a ordem poderá ter o estabelecimento comercial embargado e ainda ser enquadrado no crime de desobediência à Justiça. A pena, para esses casos, é de detenção de três meses a um ano, mais multa e ou outras cominações.

Clique aqui e leia a portaria da juíza, na íntegra>>

 

 

Recessão – 21.10.2014

Economistas desmentem
fala da presidente Dilma

 

Raimundo Marinho

Jornalista

Todo mundo é livre para votar em quem quiser, pelos ditames da democracia. Mas assustam certos posicionamentos, como dizer que o mensalão não existiu, que os julgados, condenados e presos são heróis ou de ver mérito em a presidente Dilma dizer que não aparelhou em seu favor os órgãos que investigam os casos de corrupção em seu governo.

Como também preocupa a postura enganosa da nossa chefe suprema ao mudar conceitos econômicos em favor do discurso pela reeleição. Isso, inclusive, causou reação de 164 professores de economia de universidades brasileiras e estrangeiras, que divulgaram, dia 14, documento contestando os principais argumentos utilizados por Dilma Rousseff.

Afirmam, por exemplo, que não existe crise internacional generalizada e citam que vizinhos do Brasil estariam em franca expansão, entre eles a Colômbia, que projeta crescer 4,8%, em 2014, com inflação de 2,8%; Peru, que deve crescer 3,6% e inflação de 3,2%; México, com previsão de crescimento de 2,4% e inflação de 3,9%.

Enquanto o Brasil deve ter crescimento próximo de zero e inflação perto de 6,5%. Com isso, alertam para a possibilidade de desemprego e risco de retração dos avanços sociais obtidos nas últimas décadas.

Para saber mais e ler o documento na íntegra, acesse:

1) https://sites.google.com/site/manifestoeconomistas/

2) http://www1.folha.uol.com.br/poder/2014/10/1532618-economistas-e-professores-assinam-manifesto-contra-pt.shtml

 

 

Eleições – 19.10.2014

Militância de Aécio busca
virada em Livramento

 

Raimundo Marinho

Jornalista

Adeptos da candidatura de Aécio Neves, para Presidência da República, em Livramento de Nossa Senhora, Bahia, resolveram ir a campo nesta reta final da campanha pelo segundo turno.  Ontem (18) pela manhã, fizeram panfletagem na feira-livre local e, à tarde, foi realizada carreata pelas principais ruas da cidade.

Hoje e durante a semana que se inicia, prometem estender o movimento pelos distritos e povoados. O grupo reúne, entre outros segmentos, comerciantes, funcionários públicos, médicos e dentistas, advogados e outros profissionais liberais,  educadores e trabalhadores no campo.

Foi inaugurado um ponto de apoio na cidade e a coordenação do movimento afirma que as adesões estão crescendo, tanto na cidade como nos distritos e povoados, bem diferente do que houve no primeiro confronto das eleições.

No 1º turno, Aécio teve apenas 15% dos votos locais, contra 76% de Dilma. Os tucanos querem mudar o quadro e dizem que vão aproveitar a perda de capilaridade da petista, sem eleição para governador, senador e deputados, que foi sua principal fonte de mobilização, na primeira etapa da disputa.

 

Posse na APLB – 16.10.2014

Sindicato vai intensificar
mobilização pela categoria

 

Raimundo Marinho

Jornalista

Ontem, 15 de outubro,  foi Dia dos Professores e a APLB (Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado da Bahia) empossou sua nova diretoria, escolhida nas eleições sindicais realizadas dias 10 e 11 de setembro de 2014, em que o professor Rui Oliveira foi reconduzido ao cargo de coordenador, na condição de 1o. Secretário da entidade.

A solenidade de posse ocorreu em Salvador, à qual esteve presente o professor Jânio Soares Lima, que é diretor do Núcleo Regional sediado em Livramento de Nossa Senhora. Ele agora também faz parte da Diretoria Geral, como suplente da Regional Sudoeste.

O coordenador Rui Oliveira conclamou os dirigentes empossados da entidade para uma mobilização constante, doravante, na defesa dos interesses da categoria, seja qual for o resultado da eleição presidencial. E aproveitou para homenagear os professores, pelo seu dia, e declarar apoio à candidata Dilma Rousseff.

Rui Oliveira: pela mobilização da categoria . . . . . . Jânio Soares Lima: na Regional Sudoeste

 

Eleições – 12.10.2014

Aécio esforçado,
Dilma desfigurada!

 

Raimundo Marinho

Jornalista

Hoje é dia de Nossa Senhora Aparecida e do descobrimento da América. Vamos rezar pelo Brasil! As eleições deste ano são uma ótima oportunidade para se analisar e conhecer o Brasil real, sem retoques.

Mas requer tempo e trabalho, como ir aos eventos eleitorais, ler tudo que é postado nas redes sociais e, claro, não perder o horário eleitoral gratuito, para conhecer os políticos e o resto dos brasileiros.

Aécio Neves não tem processo de corrupção em seu currículo. Mas a adversária Dilma Rousseff tenta atingi-lo, por tabela, atacando o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, que já foi elogiado por ela (leia em http://www.blogdacidadania.com.br/2011/06/os-elogios-de-dilma-a-fhc/).

Evidência de jogo sujo, orientado por marqueteiros ávidos por dinheiro e que se dane o Brasil. Transformou a candidata de guerrilheira e pessoa confiável em desajeitado robô diante das câmaras.

A ponto de ver corrupção de FHC na aprovação do projeto de reeleição, da qual ela e Luiz Inácio foram os mais beneficiados. Vê horror nas privatizações tucanas, mas ela e o Luiz mantiveram todas.

Mas o pior é o uso de obras e programas tocados com dinheiro de todos os brasileiros, na propaganda eleitoral. Não há mérito especial do gestor público em ser eficiente na sua função. É obrigação!

Preocupa, também, a presidente dizer que deixou a Polícia Federal e o Ministério Público Federal investigarem livremente as denúncias de corrupção de seu governo.

Insinua que, se quisesse, poderia ter aparelhado as duas instituições a seu favor e não o fez. E desde quando isso mérito? Se o fizesse, por certo, seria crime!

Mostra-se igualmente indignada e estarrecida com a divulgação legítima de depoimentos de membro do seu governo, preso e investigado pela Justiça e Polícia Federal, mas silencia ante os crimes confessados.

Estarrecedor para todos nós brasileiros é ela se indignar com o direito dos brasileiros ter acesso a informações tão graves e não com o fato do acusado preso ser da sua equipe de governo.

Segundo confissão, foi estrategicamente plantado na diretoria para sangrar recursos da Petrobrás. Também nunca se indignou com os mensaleiros do PT, condenados e presos no chamado mensalão.

Os marqueteiros e o projeto de perpetuidade no poder de Luiz Inácio da Silva estão destruindo uma das imagens-símbolo da reação contra a ditadura militar, no Brasil – Dilma Rousseff.

Enquanto isso, o neto de Tancredo Neves – outro símbolo da República Brasileira - esforça-se para ser o nosso futuro presidente.

 

 

Indignação – 12.10.2014

Com vergonha do Brasil,
aos 84 anos de idade!

 

D. Ruth Moreira, 84 anos, está indignada com o que acontece no Brasil e manifestou isso em carta ao Fórum dos Leitores do jornal O Estado de São Paulo (http://opiniao.estadao.com.br/noticias/geral,forum-dos-leitores-imp-,1018276). Leia:

Estou com vergonha do Brasil. Vergonha do governo, com esse impatriótico, antidemocrático e antirrepublicano projeto de poder.

Vergonha do Congresso rampeiro que temos, das Câmaras que dão com uma mão para nos surrupiar com a outra, políticos vendidos a quem dá mais.

Pensar no bem do País é ser trouxa.

Vergonha do dilapidar de nossas grandes empresas estatais, Petrobrás, Eletrobrás e outras, patrimônio de todos os brasileiros, que agora estão a serviço de uma causa só, o poder.

Vergonha de juízes vendidos. Vergonha de mensalões, mensalinhos, mensaleiros.

Vergonha de termos quase 40 ministros e outro tanto de partidos a mamar nas tetas da viúva, enquanto brasileiros morrem em enchentes, perdendo casa e familiares por desídia de políticos, se não desonestos, então, incompetentes para o cargo.

Vergonha de ver a presidente de um país pobre ir mostrar na Europa uma riqueza que não temos (onde está a guerrilheira? era tudo fantasia?).

Vergonha da violência que impera e de ver uma turista estuprada durante seis horas por delinquentes fichados e à solta fazendo barbaridades, envergonhando-nos perante o mundo.

Vergonha por pagarmos tantos impostos e nada recebermos em troca - nem estradas, nem portos, nem saúde, nem segurança, nem escolas que ensinem para valer, nem creches para atender a população que forçosamente tem de ir à luta.

Vergonha de todos esses desmandos que nos trouxeram de volta a famigerada inflação. Agora pergunto: onde estão os homens de bem deste país?

Onde está a Maçonaria? OAB? CNBB? LYONS? ROTARY? Entidades de classe?

Onde estão os que querem lutar por um Brasil melhor? Por que tantos estão calados?

ONDE ESTÃO NOSSOS MAGISTRADOS? ONDE ESTÁ A PROCURADORIA? E OS NOSSOS MILITARES?

Tenho 84 anos e escrevo à espera de um despertar que não se concretiza. Até quando isso vai continuar? SERÁ QUE TODOS TEMOS QUE SER SUBMISSOS ?!? Até quando veremos essas nulidades que aí estão sendo eleitas e reeleitas? Estou com muita vergonha do Brasil. (ruthmoreira@uol.com.br)

 

 

Retaliação? – 12.10.2014

Prefeitura demite servidores
da saúde, em Livramento

 

Raimundo Marinho

Jornalista

Recebi mensagens via e-mails e telefone denunciando demissões, que seriam arbitrárias e vingativas, logo após o primeiro turno das eleições, promovidas pelo prefeito Paulo Azevedo, de Livramento de Nossa Senhora.

Seriam mais de 70 pessoas, que não teriam apoiado candidatos indicados pelo grupo do prefeito. Devem ser contratações terceirizadas, pois a lei veda demissões de servidores efetivos em períodos eleitorais.

Uma das mensagens diz: “Venho denunciar a gestão de Dr. Paulo Azevedo, mais uma vez o descaso e a perseguição acontece. Foram demitidos de uma só vez vários profissionais competentes da área de saúde. Pelo que eu sei, foram oito dentistas e duas enfermeiras e mais outros desconhecidos”.

E acrescenta: “A equipe do CEO [Centro de Especialidades Odontológicas] foi toda demitida e também os dentistas dos PSFs [Postos de Saúde da Família] da Sede I, Barrinha, Taquari e Matinha”.

O motivo teria cortar gastos, “mas há boato de que não passa de perseguição política”. E o coordenador de Saúde Bucal Gleuber Luz, irmão do secretário da Administração (Ginaldo Luz), teria pedido exoneração.

 

Paralisação – 09.10.2014

Passageiros esperam que greve
da Novo Horizonte termine hoje

 

Raimundo Marinho

Jornalista

Foto: Joá Souza/Ag. A Tarde (adaptada)

Segundo informação obtida no guichê da empresa em Livramento de Nossa Senhora, Bahia, poderá terminar no final da tarde de hoje a greve dos funcionários, incluindo motoristas, da Viação Novo Horizonte, deflagrada, sem qualquer aviso prévio, na última segunda-feira, dia 6.

Centenas de pessoas foram pegas de surpresa e tiveram que interromper suas viagens e obrigadas a desembarcar, se forma humilhante, nas rodoviárias de Brumado e Vitória da Conquista. Quem ia para São Paulo, por exemplo, voltou do meio do caminho, sem qualquer ajuda da empresa.

Na manhã de hoje, os telefones dos guichês da empresa em Livramento e Salvador não atendiam, nem os do Sindicato dos Transportes de Vitória da Conquista. A Assessoria de Comunicação da Agerba (agência reguladora do setor) disse que só presta informações se forem solicitadas por escrito.

Os grevistas estão reivindicando reajuste salarial de 7,5%, mais tíquete-alimentação, folgas semanais de 48 horas e redução de percursos, principalmente nos trechos interestaduais.

A Tarde On Line publicou informação atribuída ao Sindicato dos Trabalhadores em Transporte Público do Estado da Bahia de que “a empresa teria concordado com a proposta do órgão de classe, mas teria se recusado a assinar o acordo, alegando que se tratava de um acerto verbal”.

A Novo Horizonte havia divulgado nota, em 02.10.2014, criticando a posição do Sindicato dos Transportes de Vitória da Conquista e garantindo o atendimento das reivindicações, incluindo 7,5% de reajuste salarial, abono de férias, dependentes no plano de saúde e plano odontológico.

 

 

Eleições – 08.10.2014

Como campeão de votos,
Junior firma 3ª via local

  

Raimundo Marinho

Jornalista

Júnior teve baixa votação geral, mas liderou em Livramento, sua base eleitoral

Fatos próximos e ou inusitados são os que mais interessam ao leitor. Uma árvore caída em sua rua atrai mais que um terremoto no Japão. Se o cão morder um homem, seria banal, mas se o homem morde o cão, vira notícia.

Junior: buscando pavimentar terceira via para 2016

Isso explica o interesse pelo duelo eleitoral local, sobrepondo-se ao pleito de governador e presidente, bem mais relevante, como em nossa terrinha, onde são aferidos, um a um, os votos de cada lado. Por aqui, a oposição venceu de 53% x 30% (deputado estadual) e 53% x 24% (deputado federal).

Na teoria acima, acrescenta-se outro postulado: o comércio de votos, com dinheiro dos candidatos, distribuído via cabos eleitorais, incluindo vereadores. Consta que pode ter chegado a R$50 mil, em média, o que explicaria o apoio a candidatos nunca vistos no município.

A notícia boa é o fenômeno político local da liderança absoluta do petista Gerardo Junior, com 8.884 (31%) dos 22.193 votos dados aos demais candidatos a deputado estadual. Bateu seu principal adversário, Nelson Leal (6.600), único a somar votos para a situação.

Júnior se consolida para a sonhada terceira via (2016) e foi, também, quem mais deu voto a deputado federal (Emiliano José: 2.758). Pelos números, ele se torna um líder oposicionista forte, pois, nos 11.700 votos do grupo, para estadual, estão os 8.884 dele, embora não fosse eleito.

Leal: 2º em Livramento, mas eleito com
66 mil votos

A vitória numérica da oposição (estadual e federal) está fragmentada, sem qualquer convergência, incluindo PT, DEM, PSD e PV, PR, PTB, SD, com seu componente mercenário, situação altamente nociva ao município. Salvo, talvez, pelo fortalecimento da liderança de Junior, o campeão de votos.

Os demais tiveram desempenho pífio, como o trio Cidão Aracatu (vereador), Lafaiete Nunes e João Louzada (ex-vereadores) com 9,15% dos votos, para Luciano Ribeiro (DEM); e Carlos Batista (ex-prefeito), em dupla com Ricardinho, com apenas 5,89% dos votos para Ivana Bastos (PSD).

Ficaram em baixa o prefeito Paulo Azevedo (nada somou para estadual e só deu 3.522 votos a Lucio Vieira Lima, federal) e o ex-prefeito Carlos Batista (deu apenas 1.308 votos a Ivana Bastos e pouco somou para federal). Proporcionalmente, foi pior que Hugolino (1.916 votos para Valdenor).

 

Livramento faz 93 anos - 06.10.2014

A propósito do 6 de Outubro

R a i m u n d o M a r i n h o

 

Olho para tuas serras azuis
Quando sobre elas choram
As plúmbeas nuvens dos céus
Olho para elas fumacentas
Quando nelas faíscam
Os raios flamejantes do sol
Nunca perdem os encantos
Que enchem o meu espírito
Da calma doce de Deus

Olho tuas planícies e vazantes
Onde um dia menino eu vi
Volumosas e turbilhantes
As bravias águas do teu Rio
Contemplo as sobras do tempo
Dos coqueirais transformados
Das mangueiras centenárias
Dos casarões desfigurados
Dos regos fartos e caudais
Dos verdejantes arrozais

Dos idos da minha infância
Das matas, roças e quintais
Há muito em minhas lembranças
Que o tempo nunca desfaz
Como o lindo véu de noiva
Que da Serra das Almas cai
Como a imponência da matriz
Transformada em catedral

Por onde andei, perguntavam
Sobre o lugar em que nasci
Orgulhoso eu respondia
Naqueles tempos tão saudosos
Tem arroz, manga e cachoeira
Têm a praça da bandeira

Onde me sentava para escutar
A voz do alto-falante e do sino o repicar
Tem tudo mais que Deus não deu
A nenhum outro lugar
As roças de milho e feijão

E a beleza dos canaviais
Há terra vermelha no chão
Os espinhos do “quiabo bento”
E as flores do maracujá

Insistiam então em saber
Porque viestes para cá
Com tantas coisas a desfrutar
Respondia que na verdade
Meu coração e minha alma
Tinham permanecido lá
Assim como o meu umbigo
Pela crendice da minha mãe
Enterrado havia de ter sido
Na porteira de algum curral

Fazendeiro nunca pude ser
Mas talvez seja por isso
Que não importa onde esteja
Eu sempre sonho em voltar
Aos encantos sertanejos
Dessa terra benfazeja
Onde Deus me fez nascer

Livramento de N. Senhora,
Parabéns pelos 93 anos!


Clique aqui para ler resumo sobre história de Livramento>>

 

Eleições – 06.10.2014

Vamos ao segundo turno!

 

Raimundo Marinho

Jornalista

Como declarei antes minha chapa, volto para dizer que só acertei um dos cinco votos (presidente, governador, senador, federal e estadual). Não que tivesse errado feio, pois até as pesquisas falharam, como nos exemplos baianos: Paulo Souto versus Rui Costa e Otto Alencar versus Geddel Vieira Lima. E para presidente: Marina versus Aécio Neves.

Temos de nos curvar, claro, aos princípios democráticos, ainda que podridão e distorções venham a se revelar. Lamento, apenas, o desperdício da oportunidade de se eleger presidente uma pessoa em condições de ver o Brasil pela ótica correta do problema que mais o aflige, que é a pobreza. A meu juízo, essa pessoa seria Marina Silva.

Mas foi a pobreza que colocou os ricos à frente. Veja o eloquente exemplo da votação na maioria dos estados do Norte e Nordeste, regiões marcadamente pobres, onde a média de Dilma beirou 60%. Fica tristemente claro que pobre gosta de votar em rico, herança da era escravocrata, quando agradar o poderoso geralmente significava alivio no rigor da escravidão.

Vamos demorar de adentrar o mundo verdadeiramente civilizado. Então, vivamos o que temos! Aqui na província livramentina, interessou mais a disputa entre grupos locais do que o significado global da própria eleição presidencial. Um exemplo foi a derrota de Nelson Leal (29,74%) para Gerardo Junior (31,02%), embora só Nelson tenha sido eleito.

Ganhou com 66.051 votos, entre os 20 estaduais mais votados, contra 9.972 votos de Junior, não eleito. Os mais votados para federal, no município, foram Lúcio Vieira Lima (3.522) e Emiliano José (2.758). Suzete Spínola, ex-primeira dama, candidata a federal só “para ajudar o partido”, compondo a cota feminina, teve 37 votos, dos quais apenas 2 em Livramento.

O segundo turno presidencial será encarniçado. Vamos para lá!

Para ver dados completos, acesse http://placar.eleicoes.uol.com.br/2014/1turno/ba/apuracao-no-estado/

 

Eleições – 04.10.2014

Ensaio geral da pobreza!

 

Raimundo Marinho

Jornalista

Marina Silva (de azul), origem pobre, surpreendeu e assustou a elite politica brasileira

Estas eleições de 2014, cujo primeiro turno será neste domingo, dia 5, são reveladoras de circunstâncias ainda pouco exploradas, das quais destaco, em ordem aleatória, a frouxidão da mídia, o cinismo dos políticos e a dicotomia ricos versus pobres, em que os primeiros mandam e os segundos sofrem.

Salvo exceções, a imprensa postou-se como mera repetidora dos surrados e mentirosos discursos políticos. Perdeu a oportunidade de enfatizar o que, verdadeiramente, o país necessita, pela lógica das reais demandas humanas, preferindo atuar à sombra dos interesses dominantes.

Dilma (esq.) e Aécio, em fotos da infância tranquila

Silenciou ante a vergonhosa falta de lógica estatística revelada pelos institutos de pesquisa, quando mostrou que Marina Silva, estranhamente, só perdia votos para Dilma, enquanto Aécio continuava crescendo, claro indicativo de direcionamento das enquetes.

Obras públicas, feitas com o dinheiro de todos os eleitores, foram exibidas em favor pessoal da candidata Dilma, em prejuízo dos demais candidatos, sem um pio dos veículos de comunicação. Houve profunda influência do poder econômico, hoje concentrado em mãos de políticos profissionais.

Inclusive, sob palmas de boa parte do eleitorado, que não percebe o quanto está submisso às migalhas que virão depois. O mais perturbador, porém, são as ardorosas promessas de esmolas, como “bolsa família” e de itens obrigatórios, como saúde e educação. Sem isso, nem há governo!

A pobreza é o maior e mais disputado colégio eleitoral do país! Pobres os brasileiros que se consideram fora da miséria por míseros R$70,00 por mês! Pouco diferente do Brasil colonial, quando a economia dependia da escravidão negra, fonte de riqueza dos donos das terras e de poder.

Hoje, há “escravos” que trabalham (trabalhadores) e que não trabalham (bolsistas), formando a base eleitoral de sustentação política dos que se locupletam das riquezas do Brasil. Para sacudir essa visão elitista de Brasil, só vejo uma esperança atual: a eleição de Marina Silva.

Ela pode até vir a se revelar um equívoco, como foi eleger um torneiro mecânico para suceder um intelectual. Mas é bem melhor do que continuar acreditando em equívoco já revelado. Vejo nela muito mais grandeza espiritual para compreender a face majoritariamente pobre deste país!

Acesse o LINK abaixo e conheça a infância de Dilma, Marina e Aécio, pela Folha de São Paulo:
http://www1.folha.uol.com.br/folhinha/2014/10/1526702-conheca-a-infancia-de-dilma-rousseff-marina-silva-e-aecio-neves.shtml

 

 

Eleições – 04.10.2014

Só Junior intensifica campanha
em Livramento nesta reta final

 

Raimundo Marinho

Jornalista

Hoje é o último dia de movimentação dos candidatos na disputa por votos na eleição de amanhã, 5 de outubro. Em Livramento de Nossa Senhora, o candidato a deputado estadual Gerardo Azevedo Junior (PT), vice-prefeito do município, filho da terra, parece ser o único que está aproveitando intensamente os últimos momentos para convencimento de eleitores.

Seu principal concorrente é o deputado Nelson Leal, também filho da terra, que busca a quinta reeleição. Por aqui também buscam votos para estadual, com algum destaque, Ivana Bastos (PSD) e Zé Raimundo (PT). Mas consta que Gerardo Júnior lidera a disputa local.

Como já revelei aqui, defendo a candidatura dele, que se abre como uma terceira via na política local. Em entrevista aqui veiculada, anteriormente, ele já expressou o apoio recebido dos livramentenses e alguns itens dos seus planos como parlamentar. Veja alguns tópicos:

“Tenho recebido muito apoio da população e isso me dá forças para continuar lutando por um projeto político que seja a primeira via, que seja de todos”.

“Minha história política vem de família humilde, passando por um período de cargos públicos como secretário de saúde municipal, coordenador estadual do DNOCS, diretor geral do segundo maior hospital do interior da Bahia, o HGVC”.

“Estamos lutando para colocar água na zona rural desde de 2006 (adutora Iguatemi). Pedi ao governador o prolongamento da adutora do algodão, que já vai chegar a Lagoa Real, para os distritos de Iguatemi e São Timóteo”.

“Precisamos lutar para a construção de um grande hospital do câncer na Região Sudoeste e a construção de um grande hospital geral regional em Livramento.  São alguns exemplos do que temos para defender no Legislativo”.

 

 

Improbidade – 03.10.2014

Juiz condena Carlão e duas
lojas por crime em licitação

 

Carlão: crime de improbidade administrativa

Raimundo Marinho

Jornalista

O ex-prefeito de Livramento de Nossa Senhora, Carlos Roberto Souto Batista, as empresas Comercial Cotinguiba Ltda. e Atraente Ltda. ME (Daniel Otávio da Silva e Cia Ltda.) foram condenados por crime de improbidade administrativa (Lei nº 8.429/1992) pelo juiz Felipe Bouzada Flores Viana, da Vara Federal de Guanambi (BA), em ação civil pública movida pelo Ministério Púbico Federal (Processo nº 0001345-17.2011.4.01.3309).

Segundo o MPF, os condenados fraudaram processo licitatório, na modalidade carta-convite, em 2005, promovendo superfaturamento de preços na compra de equipamentos de informática, incluindo microcomputadores, para implantação de telecentro comunitário, com recursos federais, via convênio com o Ministério das Comunicações.

Conforme apurou o MPF, o superfaturamento foi de aproximadamente 30%, totalizando mais de R$10 mil. O juiz reconheceu não haver prova de benefício direto ao então prefeito, mas este responde na condição de gestor, ao autorizar as compras em flagrante prejuízo para o erário federal.

Assim, as empresas foram condenadas a ressarcir o excesso recebido, mais multa e proibição de contratar com o Poder Púbico ou receber benefícios ou incentivos fiscais ou creditícios pelo prazo de seis anos. A pena do prefeito será suspensão dos direitos políticos por cinco anos, mais multa correspondente ao dano causado pelas pessoas jurídicas envolvidas.

Carlos Batista movimenta-se na política local dando sinais de que pretende voltar a disputar cargo eletivo. Contudo, após o trânsito em julgado da recente decisão, ficará impedido de se candidatar. Na instância judiciária estadual, há registros de mais de duas dezenas de processos contra ele, além de contas rejeitadas pelo Tribunal de Contas dos Municípios.

Nas eleições de 2014, embora filiado ao PSD de Otto Alencar, candidato do governo ao Senado, Carlos Batista faz campanha ostensiva, sem nenhuma cerimônia, para o candidato a governador, Paulo Souto, da oposição.

Clique aqui e veja os detalhes, na íntegra, da sentença do Juiz Federal>>

 

 

Eleições – 02.10.2014

Votação em três dias e
bebidas serão proibidas

 

Raimundo Marinho

Jornalista

Faltam três dias para as eleições, no Brasil, em que serão escolhidos, pelo voto do povo, presidente da República, governadores, senadores e deputados, com mandatos de 2015 a 2018.

O processo é comandado pela Justiça Eleitoral, através dos tribunais eleitorais (superior e regionais) e será executado pelas zonas eleitorais, nos próximos dias 5 (1º turno) e 26 (2º turno).

A juíza Márcia da Silva Abreu, da 101ª Zona (Livramento de Nossa Senhora, Dom Basílio, Jussiape e Rio de Contas) proibiu qualquer forma de distribuição de bebida alcoólica (Portaria nº 07/2014) de 23h da véspera às 22h dos dias de votação.

A providência é adotada por todos os juízes eleitorais do país, para evitar que o consumo das bebidas estimule a pratica de atos que possam impedir o livre exercício do voto, comprometer a segurança e prejudicando a população como um todo.

Quem desobedecer a ordem sujeita-se ao embargo do estabelecimento e ao enquadramento no crime de desobediência à Justiça, com pena de detenção de três meses a um ano, além de multa e outras cominações.

Clique aqui e leia a íntegra da portaria da Juíza Eleitoral>>

 

 

Eleições – 24.09.2014

Minha mãe para presidente!

 

Raimundo Marinho

Jornalista

Certa vez, alguém, não me lembro quem, tentou elogiar-me, dizendo que nossos posts têm a mesma qualidade, por exemplo, do Folha de São Paulo. Respondi, modestamente, que se deve à formação teórica obtida na graduação em Jornalismo e Direito pela Universidade Federal da Bahia e à longa prática em A Tarde, de igual quilate.

O Mandacaru é dedicado a Livramento de Nossa Senhora, com qualquer tema que possa servir para reflexão em nosso meio, como a eleição presidencial. Sem desmerecer os outros candidatos, minha atração é pela candidatura de Marina Silva, que tem marcas de vida comuns às da maioria do sofrido povo brasileiro.

Será a governante ideal para se contrapor ao país transformado em curral de políticos mentirosos e indecentes. Tem fisionomia física e moral semelhantes às de tantos famélicos que ainda povoam, por exemplo, o sertão de onde vim, com as chagas da desesperadora experiência da fome, de vestir trapos e de dormir no chão.

A imagem da seringueira evoca a esquálida figura da minha mãe, igualmente marcada pela fome endêmica, no viver sofrido da roça seca, que ainda não aprendeu a se alimentar. Esta semana, ela lembrou: “nunca tive uma casa, mudei 15 vezes, com ocês todos pequenos”, enxotada de casebres insalubres que não eram seus.

A história do ovo e dos fiapos de cebola que Marina Silva conta, em seus comícios, que a mãe lhe servia e a seus irmãos, nos seringuais amazonenses, é a mesma da minha mãe, por longos anos, no duro sertão de nossa Livramento.

Apenas isso habilitaria alguém a ser presidente? Claro que não, mas Marina demonstra ser e ter muito além disso. Ela tanto pode dialogar com os de barriga cheia quanto com os que passam fome. Revela plena compreensão, compaixão e sentimentos que a maioria dos politicos brasileiros tradicionais há muito perdeu ou nunca teve.

Ela é a cara do Brasil brasileiro que precisamos conhecer melhor. Outro dia, alguém me disse: “Marina lembra a sua mãe (D. Maria)”. Concordei, de imediato. Então, vou votar nessa minha mãe para presidente!

 

 

Artigo – 24.09.2014

A força da mentira (*)

 

Hélio Pólvora

Escritor, membro da
Academia de Letras da Bahia

Verdade e mentira são conceitos falíveis para quem raciocina mal. A verdade de hoje pode ser a mentira de amanhã, e vice-versa. Uma mentira repetida dia a dia tende a se tornar verdadeira. Uma verdade, de tão óbvia, de tão explicita que é, acaba por entediar as mentalidades rebeldes e ser corrompida pela mentira.

Continuo sem saber direito o que é verdade, o que é mentira, nesse bombardeio de afirmações a que nos submetem. Quando Pilatos perguntou o que era a verdade, Jesus preferiu calar-se. Inútil explicar-lhe. O que não quer dizer que não tivesse as suas verdades firmes – e nós, míseros mortais, as dúvidas.

A mentira é um recurso letal. Quando descoberta, já é tarde, já dizimou e arrasou. Joseph Goebbels, o marqueteiro do nazismo, o guru da propaganda dirigida, sabia dessa verdade. Apostou na divulgação maciça da mentira e se deu bem por um tempo.

A tapeação, o engodo, a mentira mais descarada têm sido no Brasil a arma preferida da situação contra a oposição representada por candidatos que começam a subir nas intenções de voto. Um governo fez isto, fez aquilo. Em geral, medidas paliativas, obras inacabadas ou superfaturadas. Lá fora, em Cuba, Venezuela e ditaduras africanas, plantou marcos mais sólidos.

Mas a eleição presidencial é aqui. A empulhação terá de ser endereçada à suposta nova classe média que emprenha pelos ouvidos em sinal de gratidão pelas bolsas. A classe média tradicional foi destruida pelo crime de pensar sem o contagio de ideologias falidas. Quanto aos empresários, estes doam fortunas às campamnhas e se habilitam ao reembolso com juros.

A verdade sobrevive com o gene da mentira. A mentira institucionalizada adquire foros de verdades. E assim vamos para o dia 5 de outubro, sob ameaças de repetição de um poder que aparelha instituições e as leva ao desastre, desfigurando o processo eleitoral correto pela prática de mentiras descabeladas, pela blindagem cínica de corruptos. Aguenta Brasil.

(*) Transcrito de A Tarde(Opinião: 21.09.2014)

 

 

História – 24.09.2014

Dr. Lourival reivindica
mérito por obra na BA 148

 

Raimundo Marinho

Jornalista

Rodovia BA 148, trecho Livramento a Brumado, antes da pavimentação (Foto: Raimundo Marinho)

O desembargador Lourival Almeida Trindade, presidente do Tribunal Regional Eleitoral, teve a gentileza de nos ligar para fazer o que disse ser um reparo histórico referente à matéria “Pedral deixou marca em Livramento e região”, postada aqui, último dia 20, onde foi registrado o empenho do ex-prefeito de Vitória da Conquista e ex-secretário estadual dos Transportes pela pavimentação asfáltica da BA 148, ligando Brumado a Livramento, depois Paramirim e Rio de Contas.

Segundo o desembargador, Pedral Sampaio não teve qualquer participação nos esforços que levaram o então governador Waldir Pires a autorizar a obra, no trecho específico entre Brumado e Livramento de Nossa Senhora, de 64 km. Acrescenta que os autores da reivindicação foram ele próprio, durante campanha eleitoral para deputado estadual (1988) e o então deputado estadual Raimundo Caires.

Lourival Trindade lembrou detalhes da epopéia que foram suas idas e vindas a Salvador, nas quais disse ter viajado muito no taxi de Tõe de Gilim, para Brumado, onde embarcava de ônibus para a capital, hospedando-se em hotéis baratos do centro histórico soteropolitano, dada sua condição de militante socialista, de parcos recursos.

Relata que insistiu muito, ao lado de Raimundo Caires, para convencer o governador, que acabou assumindo esse compromisso, publicamente, durante comício eleitoral no bairro Taquari. O mérito de Pedral Sampaio teria sido apenas o de fiscalizar e inaugurar a obra, na condição de secretário dos Transportes.

O Mandacaru, no entanto, registra que se baseou em informações, feitas sem nenhum reparo, à época, através do jornal  A TARDE (28.07.1987/27.03.1990).

 

 

Moção de pesar – 20.09.2014

Pedral deixou marca
em Livramento e região

 

Raimundo Marinho

Jornalista

A região de Livramento de Nossa Senhora, Rio de Contas e Paramirim muito deve ao ex-prefeito, três vezes, de Vitória da Conquista, sudoeste baiano, José Fernandes Pedral Sampaio, morto último dia 16, aos 89 anos, de câncer.

Um dos mais respeitáveis das últimas gerações de políticos da Bahia, esteve entre os muitos que sofreram as agruras do golpe de 1964. Preso pela repressão, teve o mandado de prefeito cassado, só anistiado em 1982.

Graças ao seu empenho, como secretário estadual dos Transportes, no governo de Waldir Pires/Nilo Coelho (1987-1991), a pavimentação asfáltica da BA-148 (Brumado/Livramento/Paramirim, depois Rio de Contas), foi antecipada em pelo menos 20 anos.

Em reportagens que assinamos no jornal A TARDE, hoje reunidas no livro TRAJETÓRIA (2009), págs. 112/113 e 194/195), de nossa autoria, fazemos referência a esse seu empenho em favor de nossa região.

Sugiro à nossa Câmara de Vereadores uma moção de pesar em homenagem a Pedral Sampaio, por sua importância para a história política e administrativa da Bahia, em particular nossa região sudoeste.

(fotos copiadas da internet)

Leia mais em: http://g1.globo.com/bahia/noticia/2014/09/morre-ex-prefeito-de-vitoria-da-conquista.html

 

 

Meio ambiente – 18.09.2014

Vereadores criam Conselho
e fere norma constitucional

 

Raimundo Marinho

Jornalista

O Diário Oficial Eletrônico do Município de Livramento de Nossa Senhora (16.09.2014) publicou as leis nº 1.281/2014 (Fundo Municipal do Meio Ambiente) e nº 1.282/2014 (Conselho Municipal do Meio Ambiente), da iniciativa do Poder Executivo e aprovadas pela Câmara, em 05.09.2014.

A aprovação fere o art. 67 da CF-1988, que diz: “A matéria constante de projeto de lei rejeitado somente poderá constituir objeto de novo projeto, na mesma sessão legislativa, mediante proposta da maioria absoluta dos membros de qualquer das Casas do Congresso Nacional”.

Os vereadores rejeitaram projeto idêntico (nº 22/2014), em 17.06.2014, mas voltaram a reexaminar a mesma matéria, desta vez aprovando, sem observar a regra contida no princípio da irrepetibilidade, explicito na Constituição, de aplicação obrigatória, ante a simetria exigida com a Lei Maior.

A lei espúria, ora publicada, ainda contém erros gramaticais e traz regulação de pouca aplicabilidade. O art. 1º, por exemplo, diz que o Conselho é órgão consultivo, deliberativo e de assessoramento e visa assessorar a gestão da política municipal do meio ambiente, política essa que não há por aqui.

O art. 3º, inc. V acrescenta que vai “estabelecer critérios para implantação de atividades públicas ou privadas, que possa vir a ameaçar o meio ambiente do Município”. Desnecessário, pois é farta a regulação estadual e federal a respeito. E o braço ambiental da Secretaria de Agricultura, que não atua?

O Conselho não tem legitimidade para conceder licenças, a competência é dos órgãos ambientais, mas consta que os vereadores foram pressionados pelos donos de cerâmicas, notórios predadores da caatinga, com a suposta intenção de obter mais facilidades na liberação de projetos.

Típica saída do tiro pela culatra, pois o Conselho, a menos se for corrompido, teria justamente a finalidade, em sintonia com o Conselho Nacional, de combater os predadores. O Fundo também suscita dúvida, pois inexiste aqui ação pública ou qualquer sentimento voltado para defesa ambiental.

 

 

Administração – 18.09.2014

Ex-controlador assume
a Secretaria de Governo

 

Raimundo Marinho

Jornalista

Fábio Silva Souza deixa a Controladoria Geral da Prefeitura para ser o novo secretário de Governo do Município de Livramento de Nossa Senhora, Bahia, conforme decreto do prefeito municipal, publicado na edição nº 943 do Diário Oficial Eletrônico do Município, datada de 05.09.2014.

Ele substitui a advogada Mona Lisa Machado Trindade, exonerada da função, a pedido, desde 31.07.2014. Para a função de Controlador Geral, no lugar de Fábio Souza, o prefeito nomeou Thiago Pires Oliveira, em ato publicado na mesma edição do DOE. Não foram divulgados os currículos dos nomeados.

 

 

No Tribunal – 18.09.2014

Lidivaldo Britto toma
posse no TJ da Bahia

 

Lidivaldo Brito (esq.) cumprimentado por Eserval Rocha

Raimundo Marinho

Jornalista

O ex-promotor de Justiça Lidivaldo Reaiche Raimundo Britto tomou posse, ontem (17), como desembargador do Tribunal de Justiça da Bahia, em solenidade dirigida pelo presidente da casa, Eserval Rocha. Ele ascende ao cargo na vaga destinada ao Ministério Público, pelo chamado quinto constitucional (art. 94, CF-88).

Trata-se de respeitado jurista, ilibado e muito trabalhador, como prova seu extenso currículo. Consta que sua marca, como profissional do direito, é a atuação pela garantia da equidade e justiça, na superação do racismo e combate ao crime de natureza racista.  Chegou a receber a Medalha Zumbi dos Palmares, pela Câmara de Vereadores de Salvador.

Já empossado, ele confirmou, ontem, o compromisso com a Justiça e disse que pretende seguir, no tribunal, a luta que já vem desenvolvendo em prol da igualdade de oportunidades para todos na sociedade baiana.  “Quero propor a criação de uma comissão de Justiça e Cidadania”, acrescentou.

O novo desembargador foi chefe do Ministério Público baiano por duas vezes e ficou conhecido pela firmeza, ao enfrentar os grupos de extermínio, na gestão de 2008-2010.

Tenho a honra de ter sido contemporâneo de Lidivaldo Brito, como estudantes, na Faculdade de Direito da Universidade Federal da Bahia e nos formamos no mesmo ano de 1983.

 

 

Comentário – 15.09.2014

Dilma de Lula, Aécio de
Minas e Marina do Brasil!

 

Raimundo Marinho

Jornalista

De cada duas pessoas que encontro, em Livramento, uma pergunta o que estou achando da política. Equivale a querer saber de que lado estou e sobre quem acho que vai ganhar, principalmente para governador e presidente.

Imagino que a maioria quer informações sintetizadas para sedimentar suas posições a respeito das eleições deste ano. É natural, pois me têm como fonte abalizada de opinião, pela minha condição de jornalista.

Costumo responder que Marina Silva será a presidente da República e Paulo Souto o governador da Bahia, a partir de 2015. Muitos dos interlocutores apertam minha mão, dizem “também acho isso” e saem sorridentes.

Outros mudam o semblante, disfarçam, trocam de assunto e, não raro, despedem-se e vão embora. Uns poucos, mais exaltados, glorificam Dilma e menosprezam Marina ou vice-versa. Nessa hora, sou eu que saio.

Mas, para quem quiser saber mais, vai minha chapa completa: Marina Silva (presidente), Paulo Souto (governador), Eliana Calmon (senadora), Emiliano José ou Imbassahy (deputado federal) e Gerardo Júnior (deputado estadual).

Misturo partidos e ideologias, pois assim somos os brasileiros. Outras opções, na região, para deputado estadual: Nelson Leal e Ivana Bastos. Além de Zé Raimundo (estadual) e Waldenor Pereira (federal).

Todavia, vote em quem sua consciência mandar. O voto é como orgasmo, dura poucos segundos, mas é quando nos sentimos cidadãos de verdade. Não faça dele uma gravidez indesejada, para não sermos todos abortados!

 

Filhas de Jó – 15.09.2014

Jovens e meninas atendem
e aprendem com os idosos

 

Raimundo Marinho

Jornalista

O ator Alexandre Nero, Comendador da novela Império (Globo), disse que “o ser humano é um bicho imbecil, uma máquina que deu errado”, “do jeito que a humanidade está caminhando, não vejo esperança nenhuma em nada”.

Muito parecido com uma conversa que tive, ontem, com Glaucia Silva, no Chá Beneficente da Loja Maçônica de Livramento, para os idosos, em agradável final de tarde de domingo, promovido pelas Filhas de Jó daquela entidade.

Encantou-me as jovens e meninas servindo pessoalmente a idosos de todas as classes sociais. Conversei com Gláucia exatamente sobre a falta de sensibilidade das pessoas para questões como o abandono aos velhinhos.

Semelhante à imbecilidade que desespera o ator. Só não perdemos toda esperança devido a iniciativas como a da Loja Maçônica, que se mostra preocupada em despertar na juventude a atenção para com os idosos.

Qual a razão da falta de sensibilidade para com as questões sociais de nossa comunidade e da indiferença humana aos da própria espécie? Além de imbecis, como disse Alexandre, somos também estúpidos e desumanos?

Sem generosidade a vida se extinguirá! Que o exemplo das Filhas de Jó se some às ações das pastorais e de órgãos públicos. A carência afetiva e a falta de compaixão são mais devastadoras do que as carências materiais!

 

Comentário – 13.09.2014

Livramento na TV: “Souto
faz carreata e recebe apoio”

 

Raimundo Marinho

Jornalista

Paulo Souto na passagem rápida por Livramento (Foto: Patrick Cassiano/Livramento Agora)

Faltam 22 dias para as eleições e Livramento de Nossa Senhora ainda é coadjuvante no processo. A passagem foguete, ontem, do candidato Paulo Souto, da oposição, não ameniza a questão. Teria sido a convite do ex-prefeito Carlos Batista e não como planejamento de campanha.

Carlão em com Junior e Rui Costa (foto: inernet)

Carlos Batista vinha jogando nas duas pontas. Parte de seu grupo posou com Paulo Souto, no Corpus Christi de Rio de Contas, em junho, enquanto ele pedia a Gerardo Junior, em outro evento, para posar com Rui Costa, com outra ala de seguidores, como Marilho Matias e a deputada Ivana Bastos.  

Em eleições, todo apoio costuma ser bem vindo, não importa origem nem qualidade, mas o potencial de Carlão, Ricardinho e Clarismundo para influenciar votos é baixo. Perdem para Cidão Aracatu, Quinquinha de Amoreira, Lafaiete Nunes e Batata, campeões de voto em 2012.

Mas as cenas apressadas de ontem servem para ilustrar o programa eleitoral da TV, tipo “Paulo Souto faz carreata e recebe apoio em Livramento”. E ninguém precisa saber que Carlão apenas replicou lance traiçoeiro de 2012 contra os irmãos Geddel e Lúcio Vieira Lima, históricos colegas do PMDB.

Grupo de Carlão com Paulo Souto (foto: internet)

Poderá não haver retaliação, mas sua credibilidade é baixa junto aos dois manos, respectivamente candidatos ao Senado e à Câmara Federal, homens fortes na coligação Unidos pela Bahia e em eventual governo Paulo Souto, sendo fácil imaginar como o ex-alcaide e seus sequazes serão tratados.

No viés da inteligência – Irrecusável admitir que de inteligente mesmo só a posição do também ex-prefeito Emerson Leal, mais dedicado à eleição do filho. Discípulo aplicado que foi do saudoso ACM, ele sabe que as atenções do eleito governador transferem-se para o voto qualificado nas decisões da Assembleia Legislativa, onde ele terá pelo menos um voto, o do filho Nelson, que deverá ser reeleito mais uma vez.

No revés da inteligência - Já o prefeito Paulo Azevedo, que deveria ser o líder natural de todo esse processo, no município, permanece na zona betuminosa da obscuridade, com a alma empenhada por míseros R$1,5 milhão, que trouxeram a borra de asfalto para avenidas centrais da cidade, gratidão já demonstrada na foto com Rui Costa, em Paramirim.

Júnior na terceira via – Por sua vez, o odontólogo e vice-prefeito Gerardo Azevedo Júnior navega e se firma na terceira via política do município, mitigando a polarização entre os dois tradicionais caciques. Único fiel ao partido de origem (PT), é candidato a deputado estadual, em parceria com o jornalista Emiliano José, para federal. Consta que, em Livramento, está à frente da corrida para o Legislativo baiano.

 

 

Expansão urbana – 10.09.2014

Lagoas da Estocada
na mira imobiliária

 

Raimundo Marinho

Jornalista

As lagoas da Estocada, bairro da cidade de Livramento de Nossa Senhora, Bahia, que foram objetos de veementes promessas de candidatos a prefeito e vereador, em 2012, estão sendo drenadas, com destruição da flora e fauna, em obra realizada pelos seus proprietários.

Logo após a eleição, as promessas oportunistas foram esquecidas e o local continuou como manchas negras na paisagem da cidade, tomadas de mato e ameaçadas até por esgotos sanitários.

Teve candidato que até apresentou projeto de urbanização. Mas, na verdade, fizeram promessas e planos sobre bens alheios, sem serem desapropriados. Consta que as lagoas pertencem à família de Reginaldo Tanajura Machado.

Segundo seu filho Elber Antônio Machado, a ideia é urbanizar o local, com a construção de um calçadão, para caminhadas e outras atividades de lazer. Disse que foi proposta parceria com a prefeitura e esta prometeu ajudar no projeto.

O propósito é bom e supre as falsas promessas dos políticos, inclusive de vereadores que moram no bairro. Mas há claros interesses comerciais, valorizando a área para implantação de loteamentos imobiliários.

De qualquer foram, espera-se que a atual paisagem de devastação e sujeira transforme-se em visual urbano agradável e acolhedor. 

 

 

Agrotóxicos – 09.09.2014

ADAB recolhe vasilhames
para limpar meio ambiente

 

Raimundo Marinho

Jornalista

 

Mais uma campanha para recolher embalagens vazias de agrotóxicos, já na 10ª edição, será realizada, na região, pela Agência Estadual de Defesa Agropecuária da Bahia (ADAB), juntamente com a Associação dos Revendedores de Agrotóxicos do Sudoeste Baiano (ARAS).

Será de 29 de setembro a 2 de outubro próximo, abrangendo os municípios de Livramento de Nossa Senhora, Dom Basílio, Brumado, Rio de Contas e Jussiape, com apoio das respectivas prefeituras, Associação do Distrito de Irrigação do Brumado e revendedores.

Segundo o fiscal da ADAB, Weber Aguiar, incluirá área plantada estimada em 20 mil hectares, esperando-se recolher pelo menos 95% dos descartes. Quem não devolver as embalagens poderá ser multado em até R$9.900,00 (pessoa física) e R$35.700,00 (jurídica), conforme Dec. Estadual nº 6.033/1996.

Nas campanhas anteriores foram recolhidas cerca de 300 toneladas do lixo com resíduos tóxicos. Se deixado no meio ambiente, poderia contaminar rios, lagos, solo, o ar e as pessoas. Alguns produtores praticam o ato condenável de queimar, enterrar ou mesmo reutilizar as embalagens.

Os vasilhames serão separados por tipos laváveis e não laváveis, depois prensados, enfardados e encaminhados para reciclagem ou incineração, no Instituto Nacional de Processamento de Embalagens Vazias (INPEV).

Roteiro da coleta: 29 de setembro (segunda-feira) - Praça da Feira, em Dom Basílio; 30 de setembro a 1º de outubro (terça e quarta-feira) – Adib, em Livramento de Nossa Senhora; 2 de outubro (quinta-feira) – Parque de Exposições de Brumado.

Em Rio de Contas e Jussiape, a entrega deve ser feita nas respectivas secretarias municipais de agricultura, no dia 30 de setembro (terça-feira). Dúvidas, falar com Weber Aguiar, em Livramento (agrônomo e fiscal da ADAB, fones :77 3444-2829/2700 e 9997-9985).

 

 

Comentário – 08.09.2014

O poder ilegítimo
das primeiras-damas!

 

Raimundo Marinho

Jornalista

Esq. para a dir.: Eva Peron, Maria Tereza, Eva Braum, Iolanda, Rosane, Suzete, Helinete, Marisa, Lia, Tércia, Dulce, Arlente.

Tenho certo enleio pelas primeiras-damas. De longe e na teoria, parecem acima das mortais comuns. De perto e na prática, estão mais para diabos incomuns.

Admirei muitas, como Eva Peron (1946-1952), mãe dos pobres argentinos. Algumas me espantaram, como Eva Braun (1912-1945), namorada de Hitler.

De algumas, fui amigo, como a estadual Tércia Borges (1999-2002). Poucas nada me inspiraram, como as nacionais Rosane Color (1990-1992) e Marisa Letícia (2003-2011).

Tudo começou aos meus 12 anos, com Maria Thereza Goulart, esposa do presidente João Goulart. Segundo o jornalista Alberto Dines, foi a mais bonita de todas, aos 21 anos (1961-1964).

Do suposto regime comunista de Jango, fui para a ditadura militar, encafifando-me com a cara-fechada de Iolanda Costa e Silva (1967-1969), esposa do general Artur da Costa e Silva, a primeira de minhas lembranças.

Fala-se que os militares não gostavam dela, por vazar informações para o colunista social Ibrahim Sued, seu amigo. Dulce Figueiredo, esposa do presidente João Figueiredo, também se destacava.

No pós-ditadura, falta primeira-dama atraente, talvez pelos longos períodos de um presidente no poder, via reeleição, sem trocarem de esposas. Engolimos o presidente e as damas por oito anos.

No Estado, recordo figuras agradáveis, elegantes e de personalidade forte, como a discreta Arlete Magalhães, esposa de ACM, a altiva Maria Amélia (falecida), esposa de Roberto Santos, e a bela Tércia Borges.

Na província livramentense, registro a sempre afável e sorridente Lia Leal, a sobriedade de Suzete Spínola, e os vários tons de cinza da atual Helinete Azevedo, a que revela mais apetite pelo poder.

O certo é que, todas elas, nas três esferas federativas, levam a fama de mandar nos maridos governantes, inevitavelmente influenciando na gestão pública e dando a esta um tom nada republicano.

A criação do título é atribuída ao ex-presidente norte-americano, Zachary Taylor (1849–1850), ao chamar Dolley Madison, esposa do 4º presidente, James Madison, de First Lady, no funeral da mesma, em 12.07.1849.

Engana-se, quem pensa que o gosto delas pelo poder é folclore. Por exemplo, falavam-me barbaridades da first lady local, Helinete Azevedo, envolvendo de contratação de pessoal à fiscalização da frequência dos servidores.

Eu sempre descartava e considerava invenções da oposição, até que necessitei checar uma informação com o prefeito e liguei para seus vários números de telefones, sem êxito.

Ao ligar para a prefeitura, deu-se um diálogo mais ou menos assim com a atendente:

- É Raimundo Marinho, posso falar com Dr. Paulo?

Ele não está.

- Há algum telefone que eu posso falar com ele?

Ele não se encontra nesse momento.

- Você sabe onde posso encontra-lo?

Hoje ele não veio na prefeitura.

- Que hora posso encontra-lo ai?

Ele ainda não apareceu aqui hoje.

- Posso ir ai, agora?

O senhor não quer falar com NETE?

- Não, obrigado!

Recentemente, D. Maria, 87 anos, foi levada ao hospital local, com suspeita de fratura na mão, após um acidente doméstico. Era plantão do ortopedista, que faltara ao trabalho. Mas a prestativa e embaraçada atendente disse:

- Pode trazer ela amanhã? Se puder, vou ligar pra NETE, pra ver se ela autoriza marcar.

Em tempo: “Nete” é o nickname de Helinete Azevedo, a esposa do prefeito de Livramento de Nossa Senhora, Paulo Azevedo.

 

Comentário – 07.09.2014

Livramento não tem
personalidade política!

 

Raimundo Marinho
Jornalista

Quem nossos líderes apoiam nas eleições de 2014 e dizem: tudo por Livramento

O município de Livramento de Nossa Senhora, Bahia, demonstra não ter personalidade política, nem econômica, cultural ou social. Está em vias de perder a própria identidade, do que é sintoma e causa, ao mesmo tempo, a falta de planejamento, de ideologia e de consciência comunitária.

Tornou-se politicamente isolado, parado na história, relegado a plano secundário perante o Estado e a União, devido às sempre acirradas picuinhas locais. O boom da fruticultura revelou-se uma bolha inconsistente, concentrador de renda e predador ambiental, secando os recursos hídricos.

Os próximos anos serão de muita dificuldade, agravado pela crônica má administração pública. Não temos uma grande liderança local, que se empenhe para nos incluir numa agenda positiva, que corresponda à nossa vocação natural para polo de desenvolvimento regional.

Nenhum candidato a governador veio aqui, este ano, se quer para pedir votos. Consta que Paulo Souto virá de passagem, na próxima sexta-feira. Os dois ex-prefeitos Carlos Batista e Emerson Leal e o atual Paulo Azevedo, alimentam a dispersão, encolhidos no provincianismo.

Os candidatos com viabilidade eleitoral, indicada nas intenções de votos, são Paulo Souto, tido como favorito, Rui Costa e Lídice da Mata, que não deram as caras por aqui. Lídice não virá, talvez por falta de estrutura e de densidade eleitoral na região. Souto e Costa, para não desagradar correntes locais.

Assim, deixam de firmar compromissos com a coletividade, preferindo cevarem-se no perverso prestígio coronelista dos caciques, cabos eleitorais de luxo da velha política, mantendo o sertão como viciado curral de trocas: voto por vantagem pública, quando não dinheiro vivo.

Dr. Emerson Leal, quatro vezes prefeito, apoiou Paulo Souto (2006), mas perdeu e foi trabalhar com Jaques Wagner. Agora, tende a fazer o inverso. Carlos Batista, duas vezes prefeitos, é do partido do governista Otto Alencar (PSD), candidato ao Senado, mas passou a apoiar Paulo Souto.

Essa situação nos coloca na expectativa sombria de muito mais anos sem qualquer possibilidade da sociedade se organizar e se rebelar no sentido contrário, deixando-nos distante de alguma alteração no status quo atual!

 

 

Eleições – 07.09.2014

Marina: “Vamos fazer
a pororoca da mudança!”

 

Raimundo Marinho
Jornalista

A candidata Marina Silva (PSB) encantou a população de Brumado, na Bahia, e de municípios vizinhos, na caminhada realizada, ontem pela manhã, no centro da cidade. À tarde, ela fez campanha em Vitória da Conquista.

O intenso assédio de pessoas tentando tocá-la e falar com ela impediu a presidenciável de fazer o percurso a pé, ficando confinada no carro, protegida por forte cordão de isolamento, até chegar ao local do comício.

Estava acompanhada do seu vice Beto Albuquerque, da candidata a governadora, Lídice da Mata (PSB) e o vice Eduardo, da candidata ao senado, Eliana Calmon, e do candidato a deputado federal Domingos Leonelli.

Em sua fala, Marina expôs pontos centrais do seu plano de governo, como saúde, educação em tempo integral, segurança e combate à pobreza, incluindo a manutenção de programas sociais como o Bolsa Família.

Chamou seus adversários de mentirosos, por dizerem que ela iria acabar com o Bolsa Família, com as ferrovias e o pré-sal. Citou sua origem pobre, como o melhor argumento de que ampliará o atendimento aos mais carentes.

Comparou seu próprio fenômeno eleitoral ao encontro das águas nos rios da Amazônia, provocando a pororoca: “O que está acontecendo no Brasil é a pororoca da mudança”. E conclamou: “Vamos fazer a pororoca da mudança”.

Respondendo a jornalistas, disse que os desmandos ameaçam o futuro da Petrobras e do pré-sal e que “o governo tem que explicar a má governança na empresa, que sempre foi exitosa e respeitada dentro e fora do Brasil”.

Clique aqui e leia o discurso da candidata, em Brumado, na íntegra>>

 

Poder jovem – 04.09.2014

Livramento poderá ter um
“Poder Legislativo” de jovens

 

Raimundo Marinho
Jornalista

A Câmara de Vereadores de Livramento de Nossa Senhora sai da mesmice e poderá protagonizar, na sessão de amanhã (5), um fato histórico no município e talvez inédito na Bahia. Vai votar e certamente aprovar o Projeto de Resolução nº 01/2014, que cria a Câmara Juvenil no município, subscrito pelos vereadores Márcio Alan Dourado Castro, Paulo Roberto Lessa Pereira e Joaquim da Silva.

A sugestão foi dos professores do Colégio Estadual Edivaldo Machado Boaventura Chirley da Silva Santos Souza, licenciada em História, e José Maria de Jesus, licenciado em Pedagogia, que contaram com a boa receptividade dos edis de verdade, únicos que podem subscrever matérias da espécie. Com certeza, na votação, haverá apoio dos demais integrantes da casa.

Em conversa que mantive, não faz muito tempo, com a professora Chirley Souza, ela falava-se do desejo que tinha de ambientar os alunos em relação ao funcionamento dos poderes republicanos, em especial o Legislativo Municipal. Então, sugeri-lhe que simulasse uma eleição para vereadores, formando uma “Câmara” de estudantes.

Durante o processo, os participantes aprenderiam, com facilidade, como o sistema funcionam. Ela parece ter gostado da ideia e foi mais além, até chegar à proposta que estimulou o Poder Legislativo real a elaborar o presente Projeto de Resolução, que já foi aprovado pela Comissão de Justiça e Redação.

É uma iniciativa digna de todos os aplausos, pois terá importância fundamental na formação dos jovens, notadamente quanto ao exercício da cidadania. É também um exemplo do que os estabelecimentos de ensino e os educadores podem fazer pela juventude.

Clique aqui e veja a minuta do PR, ainda sujeita a modificações>>

 

 

Agressão – 04.09.2014

Estudante fere colega com
tesoura no “João Vilas Boas”

 

Raimundo Marinho
Jornalista

Uma aluna de 17 anos feriu uma colega, maior de idade, com uma tesoura, em plena sala de aula, após a saída do professor, ontem à noite, no Colégio Estadual João Vilas Boas, na cidade de Livramento de Nossa Senhora, Bahia, provocado grande tumulto no final do turno escolar. Enquanto a estudante ferida era conduzida ao hospital, a menor foi detida por policiais militares que dão plantão na praça em frente ao Colégio e posteriormente conduzida à Delegacia da Polícia Civil, onde foi registrada a ocorrência.
Não havia diretor na hora do incidente e as providências foram tomadas por uma funcionária da secretaria da escola. Tentamos contato, esta manhã, com o diretor Adauto Fernandes, por telefone, mas não conseguimos. Segundo apuramos, as duas estudantes moram no povoado de Patos e têm uma rixa antiga, no lugar onde moram, mas não disseram os motivos. Consta que a menor é cabeleireira e teria dito que tinha intenção de matar a colega com a tesoura.

 

 

Política – 02.09.2014

Administração paralela
em Livramento?

 

Raimundo Marinho
Jornalista

Os deputados José Raimundo Fontes ou Zé Raimundo (estadual) e Waldenor Pereira (federal) anexaram aos “santinhos eleitorais” distribuídos em Livramento de Nossa Senhora, Bahia, o boletim intitulado “Folha Municipal”, informando sobre um elenco de benefícios que atribuem às suas intervenções, junto aos governos da Bahia e da União.

Relatam ações realmente auspiciosas, totalizando recursos acima de R$8 milhões, sob o título “Investimentos dos governos Federal e Estadual estão melhorando a vida do povo de Livramento”. Foram citados tratores, veículos, equipamentos odontológicos, retroescavadeiras, motoniveladoras, caçamba, caminhão-pipa e outros.

Além de recursos para construção de unidades de saúde da família, cisternas, telefonia celular, projetos do “ponto cidadão” e para unidade do IFBA (Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia).

Independente do mérito dos benefícios elencados, a forma de operacionalização das ações anunciadas pelos parlamentares, em tese, pode caracterizar violação do princípio constitucional da autonomia municipal, como unidade federativa, pois sugere a existência de uma administração paralela nomunicípio.

Em nenhum momento, foi citado o nome da prefeitura ou do prefeito, nem qualquer tipo de articulação com a gestão local, que é quem deve operar, salvo em casos específicos, a aplicação de recursos e realização de obras de origem federal ou estadual no município ou, quando nada, delas ser-lhe dado conhecimento.

E embora sejam recursos oriundos das arrecadações estadual e federal, pagas pelos contribuintes em geral, a publicação dos parlamentares particulariza as ações como sendo “dos governos do PT”, com a nítida intenção de delas tirar proveito eleitoral, como fica patente com a anexação da propaganda pessoal dos candidatos.

 

 

Religião – 01.09.2014

Dom Armando faz 10 anos
na Diocese de Livramento

 

Raimundo Marinho
Jornalista

O bispo Armando Bucciol, natural da Itália, completou 10 anos de ordenação episcopal, ocorrida em 17.04.2004, e como titular da Diocese de Livramento de Nossa Senhora, Bahia, para onde veio no dia seguinte. As bodas foram comemoradas no último final de semana. Coincide com o cinquentenário do Concílio Vaticano II, um dos maiores eventos da história da Igreja, que se deu no papado de João XXIII.

Para marcar as efemérides, a Diocese realizou o simpósio sobre a Constituição Dogmática Lumen Gentium (Luz dos Povos), inclusa do Concílio, dia 30, no Centro Diocesano, em que o próprio D. Armando fez um apanhado histórico da antiga à nova Igreja, à luz do Vaticano II; e celebração eucarística, dia 31, na Catedral de Livramento, com 23 sacerdotes, entre eles o bispo da Diocese de Caetité, D. Ricardo Guerino Brusati.

O “apanhado histórico” sugeriu uma série de informações e reflexões sobre a formação, estrutura, finalidade e o sentido ministerial da Igreja Católica, guiada pelo legado de Jesus Cristo. O prelado fez, então, a convocação para que o povo de Deus, como parte essencial dessa Igreja, caminhe juntos, participe e se entregue ao exercício comunitário da fé.

Dom Armando lembrou que veio ao Brasil partilhar conhecimentos e informações, para o que muito teria contribuído o estímulo do seu colega de seminário, na Itália, o padre Roberto Martini. Na homilia, Padre Martini levou o “povo de Deus” a um passeio reflexivo sobre o significado da cruz que Jesus convida os cristãos a carregar.

Dom Armando agradeceu a todos que ali compareceram e o tem ajudado em sua jornada. Em seguida, convidou os fiéis a louvar e agradecer a Deus, a priorizar o Evangelho, ter Cristo como razão de ser, testemunhar pela caridade, unindo fé e vida; e avançar por águas mais profundas, pois “no reino de Deus não há lugar para se olhar para trás”.

Disse que “fui fiel a Deus e a vocês” e manifestou “disposição para continuar a missão, caminhando juntos na causa de Deus, com Maria, a padroeira, nos orientando e nos abençoando!”.

 

 

Crítica – 27.08.214

Dr. Wanderley solta a letra,
critica PT e o Mais Médicos

 

Raimundo Marinho
Jornalista

O médico Wanderley Guedes Ribeiro, proprietário da Clínica São Lucas, em Livramento de Nossa Senhora, Bahia, distribuiu para blogs locais cópia de artigo que enviou a entidades médicas, com ácidas críticas ao governo do PT, ao programa Mais Médicos e ao tratamento dado à saúde no Brasil e seus profissionais.

Sob o título “Brasil, caminhos tortuosos”, o texto começa lembrando a ditadura militar (1964-1985) e seus perversos reflexos na vida nacional, em especial à cultura e ao ensino, empurrando figuras de grandes ideias, em diversas áreas, para o exílio, como Miguel Arraes, Waldir Pires, Anísio Teixeira e tantos outros.

Ao criticar o Partido dos Trabalhadores, diz que, com ele, “surgiu uma nova era, a das falcatruas” e que o ex-presidente Luiz Inácio da Silva, antes de ser presidente, dizia que os programas para beneficiar os mais carentes (“bolsa escola”, “bolsa renda”) não passavam de planos eleitoreiros, mas os colocou em prática assim que chegou ao poder.

Afirma que, “com o PT, nasceram outros planos: mensalão, símbolo da maior corrupção que o país já viu”, além das “falcatruas em licitações de grandes obras que continuam inacabadas, como a transposição do São Francisco”. Chama a presidente Dilma de “incompetente, se enrola com tudo, discursos fracos, robotizados e inconsistentes, inseguros, tudo na base do ‘eu acho que...’ e ‘nós temos que...’”.

E indaga: “Quem é ela para falar dos médicos brasileiros? Nós médicos não somos culpados pelo caos no SUS, pela disparidade entre oferta e demanda, pela distância entre a verdade e a mentira sobre a saúde pública”. Sobre o Mais Médicos disse que “temos visto coisas inacreditáveis, médicos cubanos solicitam, por exemplo, um hemograma e encaminha o resultado para um médico brasileiro apreciar e interpretar porque eles não sabem”.

Clique aqui e leia o artigo do médico na integra>>

 

 

Pavimentação – 23.08.2014

Asfalto chega a Livramento!

 

Raimundo Marinho
Jornalista

Caçamba despeja asfalto na Av. Leônidas Cardoso (Foto: site Livramento Diário/adaptada)

O prefeito Paulo Azevedo, de Livramento de Nossa Senhora, Bahia, tem gosto particular por marcas históricas, pelo que, certamente, sua gestão será inscrita nos anais positivos do município. Penso, todavia, que precisa acertar as linhas da escrita, no tocante ao estabelecimento de prioridades. O município não pode continuar sem planejamento.

Conforme prometido, o prefeito inicia a pavimentação asfáltica dos principais logradouros do centro, depois de fazer duas intervenções urbanas inéditas (Polivalente/Estocada e Av. Nelson Leal/Taquari), instalar semáforos e desativar o velho campo de pouso. Eu iniciaria o asfalto pelos espaços ainda com poeira e lama.

A nova pavimentação é motivo de júbilo? De um lado, sim, pois coloca um alento na administração municipal, que vem recebendo muitas críticas. Por outro, nem tanto, pelo considerável atraso da obra, considerando que a técnica da pavimentação asfáltica vem de 3000 a.C., desde a Mesopotâmia aos caminhos da China.

No Brasil, essa melhoria urbana data do início do século XX, com o uso em grande escala em ruas da cidade do Rio de Janeiro (1906). A ênfase, porém, foi para as rodovias, iniciando-se com a Rio-Petrópolis (1928), Rio-São Paulo (1940) e Rio-Bahia (1963).

De qualquer modo, adiós a los paralelepípedos!

 

 

Políticas Sociais – 23.08.2014

Seminário debate sobre
desenvolvimento social

 

Raimundo Marinho
Jornalista

Valdenor: fortalecer educação e saúde

Desenvolvimento social é sempre tema recorrente nas discussões políticas. No último dia 21, o Centro de Formação e Organização Comunitária (CEFORC), de Livramento de Nossa Senhora, Bahia, promoveu o encontro “Políticas Sociais para o Desenvolvimento”, no Centro Diocesano.

Visou discutir políticas públicas para o desenvolvimento social e estratégias de enfrentamento das desigualdades socioeconômicas, tendo como palestrantes os professores e deputados José Raimundo Fontes (estadual) e Waldenor Pereira (federal), candidatos à reeleição, outubro próximo.

José Raimundo chamou a atenção para a necessidade da participação popular no esforço para as conquistas dessas políticas, dizendo que “a revolução social só se concretiza com o exercício da cidadania”.

Para Waldenor Pereira, o combate às desigualdades exige  fortalecimento da educação, saúde e agricultura familiar,

Dep. José Raimundo: exige cidadania

além da implementação das tecnologias sociais de acesso

à água e produção de alimentos, que, segundo ele,  vêm melhorando a dignidade da população do semiárido.

O evento teve participação de representantes do Executivo e Legislativo da região, de associações comunitárias, organizações não governamentais, religiões, movimentos populares, partidos políticos e estudantes.

Inauguração No mesmo dia, os deputados Waldenor Pereira e José Raimundo, ambos do PT, inauguraram comitê eleitoral da dupla, na cidade, em ato que reuniu correligionários e simpatizantes de suas candidaturas, respectivamente a deputado federal e estadual, nas próximas eleições.

(Matéria produzida com dados e fotos enviadas pela coordenação dos eventos)

 

 

Educação – 22.08.2014

“Carta aberta” alerta para
greve no ensino municipal

 

Raimundo Marinho
Jornalista

A APLB-Sindicato, que congrega profissionais das redes estadual e municipais da educação, na Bahia, assumiu a luta dos trabalhadores do ensino público municipal de Livramento de Nossa Senhora e está mobilizando os filiados para a campanha salarial de 2014 e luta pelas vantagens legais da categoria, sonegadas pela prefeitura.

E realizará um seminário, a partir das 10h da próxima terça-feira, dia 26, com a presença de membros da Executiva Estadual, que debaterão com os professores e outros servidores da área questões básicas envolvendo o ensino, a educação e a situação funcional da classe, em Livramento.

Segundo a direção do núcleo regional da entidade, com sede em Livramento, será distribuído um documento, intitulado “Carta Aberta dos profissionais da Educação aos pais e alunos da rede pública municipal de Livramento”, contendo informações sobre as estratégias de atuação e as principais reivindicações dos trabalhadores.

Visa, também, “preparar a comunidade escolar para uma possível greve, uma vez que”, segundo os dirigentes sindicais, “a prefeitura vem ignorando  a categoria e até o momento não sinalizou para a formação da mesa de negociação”.

Segundo o documento, a educação clama por uma atenção especial, no sentido da garantia efetiva da sua verdadeira quantidade, pois é imprescindível que sejam cumpridos os seus objetivos básicos no que diz respeito aos direitos e responsabilidades de todos os indivíduos envolvidos no processo ensino e aprendizagem”.

O momento eleitoral também será tema de debate, ao argumento de que a APLB-Sindicato não poderia se eximir de cumprir seu papel de suscitar o debate, motivando a comunidade escolar a discutir sobre as eleições, levando-os a refletir sobre o significado do voto consciente e a importância da politica nas suas vidas”.

Clique aqui e leia o documento na íntegra>>

 

 

Inquérito – 21.08.2014

Ministério Público Federal
investiga caso do aeródromo

 

Raimundo Marinho
Jornalista

O Ministério Público Federal, jurisdição de Guanambi (BA), instaurou inquérito civil para apurar denúncia contra ato do prefeito Paulo Azevedo, de Livramento de Nossa Senhora, Bahia, que desativou o aeródromo da cidade, para construir obras públicas no local, entre elas duas unidades de saúde.

A denúncia junto ao órgão ministerial, autuada sob número 1.14.009.000104/2014-05, foi apresentada, em março deste ano, por Roberto Lucas Spínola Souto, presidente do Partido da República (PR) de Livramento), sob o argumento de que a área, embora pertencente à Prefeitura, seria  de domínio da União, que não teria autorizado as obras.

O inquérito, aberto em maio último, pela procuradora federal Marcela Régis Fonseca, foi tema de recente reportagem do jornal Tribuna do Sertão, da cidade de Brumado, que nos cedeu gentilmente dados para elaboração deste texto, incluindo fotos e cópia da denúncia.

Além de supostas ilegalidades no uso do espaço, pela Prefeitura, o denunciante aponta possibilidade de especulação imobiliária, por parentes da esposa do prefeito, que teriam se beneficiado com informações privilegiadas, adquirindo terrenos nas imediações, na expectativa de valorização após as obras públicas.

O assunto não é novo e foi motivo de muita polêmica, no início do ano. Veja comentário deste site, em 24.01.2014, abordando, inclusive, a suspeita de especulação imobiliária. É oportuna, sem dúvida,  a representação junto ao MPF, a partir de que, espera-se, seja sanado o assunto, coibindo abusos, improbidades e benefícios ilegais a terceiros, às custas do erário público.

Clique e veja texto da denúncia e cópia da portaria do MPF

 

Eleições – 18.08.2014

Júnior recebe o apoio de
fortes lideranças estaduais

 

Raimundo Marinho
Jornalista

Gerardo Junior oficializa candidatura a deputado estadual e defende reforma política

A primeira grande reunião da campanha eleitoral de 2014, em Livramento de Nossa Senhora, Bahia, ocorreu ontem e oficializou  a candidatura a deputado estadual do vice-prefeito do município, Gerardo Azevedo Júnior (PT).

Ele tem apoio de lideranças estaduais e regionais, como o ex-governador da Bahia, Waldir Pires, figura símbolo da política nacional, e o deputado federal Emiliano José, candidato à reeleição, com quem Júnior faz dobradinha na região.

Ex-governador e ex-ministro Waldir Pires

E mais o prefeito de Vitória da Conquista, Guilherme Menezes; o ex-deputado Zilton Rocha; o prefeito da Tanhaçu, João Francisco; e diversos outras lideranças de Conquista, Livramento, Lagoa Real, Paramirim, Rio de Contas, Jussiape, Tanhaçu e Salvador.

Júnior criticou os que só aparecem em véspera de eleições e quem acha que política não tem jeito: “tem jeito, sim, com ética, respeito e trabalho”. Defendeu  a “necessidade da reforma política, para acabar com essa política suja, de se comprar lideranças”.

Disse ser importante eleger pessoas como Emiliano José, candidato a deputado federal, “devido a sua trajetória de luta e sua história”, tendo sido um dos baluartes no combate à ditadura militar no Brasil, durante a qual, inclusive, foi preso e torturado.
 
Luta ao lado de Junior

O prefeito Guilherme Menezes narrou a precoce história política de Gerardo Junior, hoje vice-prefeito de Livramento, e sua eficiente ação como gestor público, quando foi coordenador regional do DNOCS e diretor do Hospital de Base de Conquista.

O ex-ministro da República e ex-governador Waldir Pires deu uma aula de história, salientando que “a consciência é que deve ganhar a política e não o dinheiro”. Mostrou como o país era governado e falou do que considera “massacre da mídia contra Lula e o PT.

O ex-deputado Zilton Rocha lembrou a luta que travou ao lado de Gerardo Júnior, na gestão regional do DNOCS, com muitas ações positivas em Livramento, como a liberação de água para o Bloco II do Perímetro Irrigado, após mais de 20 anos inoperante.

O jornalista Emiliano José falou, também, da luta, ao lado de Junior, contra as desigualdades e pela construção democrática que representam para a região e para a Bahia.

Lideranças locais e regionais e muitos militantes foram prestigiar Gerardo Azevedo Júnior
(Matéria produzido com base em dados e fotos enviados pela assessoria do candidato)

 

Padroeira – 16.08.2014

Nossa Senhora, a excelsa
protetora de Livramento

 

Raimundo Marinho
Jornalista

Quinze de agosto, dia da padroeira de Livramento de Nossa Senhora, que nomina esse município baiano. Foi sob a invocação de seu nome que os bandeirantes paulistas, aqui em busca de ouro, fundaram a cidade, ao lado de missionários cristãos da Companhia de Jesus (1534), os jesuítas.

Celebrou-se ontem, 15, a tradicional missa na Catedral de Nossa Senhora, onde todos os anos os católicos livramentenses comparecem com muito fervor. Não pude assistir ao culto, mas aproveito o ensejo para meditar sobre essa santa, tida como a mãe de Jesus Cristo.

Maria foi uma cidadã comum, nascida em Nazaré, na Galiléia, época do império romano. Segundo a Bíblia, ainda adolescente, fora intimada por Deus para ser a mãe do Messias, ao que respondera com a integralidade do seu ser, colocando-se como verdadeira servidora do Criador.

Sob invocação de suas bênçãos, inaugurou-se a comunidade livramentense. A propósito, transcrevo abaixo parte da mensagem às páginas 136/137 de “Hora do Ângelus, Pensares para Rezar” (2011):

Livramento sois vosso, Maria

(...) E por quantos anos estais a derramar vossas bênçãos sobre Livramento! Quantas gerações já vieram e já foram, aqui vivendo sob o manto da tua proteção! Quanto já temos rogado a ti, para que nos abençoe e a nossos filhos! Para quantos já advogou junto ao amado filho, Jesus Cristo! Quantos lamentos, quantos rogos já ouvistes, Maria, desse teu povo!

Quantas lágrimas já nos vistes chorar! Quantas alegrias, também, já nos vistes cantar! Quantos risos já houveram, tantos compartilhados contigo! Não há colo, não há regaço mais consolador que o teu, Maria!

Eu te imagino viva, a consolar-me com o teu olhar de mãe! Eu sinto, dentro de mim, o frescor da tua inspiração. Sinto-te viva a conduzir-me para o lado da alegria de Deus!

Sinto-te, com a doçura de mãe, a soprar teu hálito santo sobre mim, muitas vezes aplacando minha ira, suavizando a dureza do meu coração, clareando minha mente e refrescando o meu espírito!

Vejo-te viva, ó Maria, seguindo os caminhos dos meus filhos, para quem tanto rogo tuas bênçãos! Sinto tua presença viva dentro de mim, clarão pelo qual vejo a imagem luminosa de Jesus Cristo; e enxergo o caminho de Deus!

Tuas bênçãos fazem com que Jesus me ouça! Animam-me a almejar a benevolência de Deus! E rogo, Maria, para que assim seja com todos os filhos aqui da vossa cidade, da qual sois a Excelsa Protetora.

Tende, pois, de nós piedade, ó mãe de Deus, corredentora! Porque Livramento sois vosso, ó Maria!

 

 

Falecimento – 16.08.2014

Ficamos sem Tõe de Seu Digo

 

Raimundo Marinho
Jornalista

Por motivo de viagem nossas atualizações estão irregulares. Estava em Pato Branco (PR) quando soube do falecimento do amigo Antônio Alves Meira, 92 anos, dia 12. Foi um homem de vida reta e dedicada à família e à comunidade de Livramento de Nossa Senhora, onde sempre viveu.

Também conhecido como Tõe da Farmácia, atendia a todos sem distinção. Sempre vendia remédios a meu pai mesmo se não tivesse dinheiro, para que fossem pagos quando pudesse. E meu pai, muito pobre, na época, quase nunca tinha dinheiro. Tõe de Nair, um homem abençoado.

Nossas sentidas condolências a toda sua família, especialmente ao seu filho Zé, ministro aposentado do STJ (Superior Tribunal de Justiça) que, quando me encontra, sempre pergunta “como vai Humberto?”, o meu pai, a quem Tõe sempre se referia, carinhosamente, como Beto.

Meu pai foi a Salvador pela primeira vez junto com Tõe, ao lado de outros jovens de Livramento, alistados para a Segunda Guerra Mundial (1944). Epopeia, com viagem a pé, a cavalo e de trem, que Seu Humberto até hoje nos conta cheio de orgulho. Tõe era uma espécie de guia do grupo.

Comemoração dos 90 anos

Quando Tõe completou 90 anos, O Mandacaru publicou a seguinte nota:

Seu Antônio Alves Meira fez 90 anos, celebrados com os filhos e respectivas esposas, os netos, vários parentes e muitos amigos. A missa em ação de graças ocorreu na Catedral de Nossa Senhora do Livramento, celebrada pelo bispo diocesano Dom Armando Bucciol, que destacou a religiosidade e a atuação marcante de Seu Antônio na sociedade de Livramento de Nossa Senhora.

Antônio Alves Meira, ou “Tõe de Seu Digo”, “Tõe da Farmácia” ou simplesmente “Tõe de Nair”, em referência à sua saudosa esposa D. Nair de Castro, nasceu em 3 de agosto de 1922, na Fazenda Água Comprida, distrito de Curralinho, que pertencia a Livramento e hoje é o município de Dom Basílio.

Filho de Rodrigo de Souza Meira Júnior e D. Otília Alves de Souza Meira, marcou sua vida como comerciante, principalmente na atividade de dono de farmácia. Nesse mister, ajudou muito a população, principalmente os mais carentes, não só facilitando a aquisição de remédios, como os orientando no seu uso, diante da carência de médicos no município, naquela época.

A história de Seu Antônio Alves Meira está muito bem contada no livro “Histórias da farmácia e outras histórias” (Recife: Ed. Doxa, 2002), de sua autoria, com apresentação do seu filho José de Castro Meira, ilustre ministro do Superior Tribunal de Justiça.

Em brinde alusivo à data, testemunha e aconselha: “Para completar noventa anos/E caminhar rumo aos cem/O amor da família é tudo/E o carinho dos amigos também/Nossa vida é um presente do Pai/Ame-a e dela cuide bem/Não fume, não beba, valorize-a/Boa sorte! Você chegará aos cem!!!”.

 

Religião – 06.08.2014

Devotos louvam Bom Jesus do
Taquari nos 50 anos da torre

 

Raimundo Marinho
Jornalista

Os católicos de Livramento de Nossa Senhora, Bahia, comemoram hoje o Dia do Bom Jesus, com missa solene e campal em frente à gruta em forma de cruz no bairro do Taquari, que em 2014 completa 50 anos de construída.

As bodas de outro ocorrem no ano do cinquentenário do Golpe Militar que imergiu o Brasil em sangrenta ditadura, e do centenário da deflagração da Primeira Guerra Mundial, uma das maiores tragédias da humanidade.

Não pudemos fazer a cobertura pessoalmente, como de costume. Mas lembramos, nesta data histórica, que a Torre do Taquari foi construída pelo então vigário Padre Sinval Laurentino, ajudado por amigos e muitos fiéis.

Veja “Trecho do Livro de Tombo da Freguesia Nossa Senhora do Livramento às folhas 58v e 59 referente à Torre do Bom Jesus do Taquari, única anotação histórica sobre o fato, reproduzida por este site em 07.08.2011 (http://www.mandacarudaserra.com.br/noticias/2011/seu_pereira.html):

“Assim é que se revestiram de invulgar brilhantismo as solenidades de inauguração do Santuário do Bom Jesus do Taquari.

Eram milhares de pessoas prestigiando um acontecimento ímpar para a nossa terra. A construção da Torre do Bom Jesus do Taquari foi idealizada graças à grande devoção do povo ao Senhor Bom Jesus e tem sua Romaria e festa realizada cada ano no dia 6 de agosto.

Padre Sinval Laurentino

A obra foi custeada pela caridade dos devotos do Bom Jesus, tem 21 metros de altura, toda em pedra ou paralelo, localizada no Bairro do Taquari, com 90 degraus, tendo contado com a colaboração de Pai Saló e Mãe Nini. Salomão Silveira fez e executou a planta sendo seu trabalho gratuito.

O povo do Taquari muito ajudou oferecendo trabalho por ocasião da obra e as mulheres e crianças, nas horas de encher as lajes, levavam na cabeça as latas de concreto. Os gastos com a Torre foram material e operários. Sua inauguração teve lugar no dia 6 de janeiro de 1964.

Depois da benção e inaugurada a Torre, o Pe. Sinval Laurentino, seu Vigário, subiu de joelhos os 90 degraus, alcançando os braços da cruz de onde de descortina o mais soberbo e encantador panorama. Uma chuva de papelzinho picado caiu sobre a massa popular que vibrou de entusiasmo e fé”.

Notas: (nossas)

1. O registro acima foi feito pelo próprio vigário – Pe. Sinval, de punho próprio.
2. O Livro do Tombo registra, também, que 1.091 pessoas fizeram doações em dinheiro para a obra, totalizando Cr$300.500,00 (trezentos mil e quinhentos cruzeiros).

 

 

Educação – 01.08.2014

Docentes iniciam campanha
salarial propondo negociação

 

Raimundo Marinho
Jornalista

Reunião plenária dos professores e servidores da rede municipal de ensino

Mais de 150 servidores da rede de ensino municipal, a maioria professores, atenderam à convocação da APLB-Sindicato, núcleo regional com sede em Livramento de Nossa Senhora (BA), para a reunião plenária do último dia 29, considerada um sucesso pelos organizadores.

Foi divulgada uma gorda pauta de reivindicações, que mobilizará a categoria na campanha salarial de 2014, já deflagrada pela entidade. O ponto alto é a atualização dos salários, incluindo o cumprimento do chamado “Piso do Magistério” (Lei Federal 11.738/2008).

Na proposta de atualização da tabela, o salario varia de R$848,69 (nível I) a R$1.194,22 (nível VI), para os detentores de 20 horas, e de R$1.697,39 (nível I) a R$2.388,41 (nível VI), para os de 40 horas. A categoria reivindica, ainda, aperfeiçoamento para gestores, professores e pessoal de apoio.

Querem bolsas em curso superior para professores que ainda estão no nível médio e enquadramento dos já habilitados, além de assistência médica especializada para atender casos de doenças ocupacionais, lembrando a alta incidência de transtornos envolvendo o emocional dos docentes.

As lideranças informaram que o documento relativo à campanha salarial foi protocolado na Prefeitura e Câmara de Vereadores, mas ainda não houve resposta, sendo formada uma mesa mista de negociação, para conduzir o processo, faltando só os representantes de Executivo e Legislativo.

A reunião foi dirigida pelo diretor do núcleo local da APLB-Sindicato, em exercício, Marlúcio Marques, em razão da licença do titular, Jânio Soares Lima, para concorrer à eleição da nova diretoria da entidade.

Clique aqui e leia o texto completo da campanha salarial>>