30.07.2007 – Problemas urbanos

Primeira Conferência da Cidade


Pessoas de todas as idades e condições sociais participaram da "Conferência da Cidade"

Tanto pelo direito de exigir quanto pela obrigação de colaborar, todo cidadão precisa participar da discussão, criticar e cobrar soluções para os problemas da comunidade em que vive, de cujos resultados ele mesmo, sua família e, principalmente, seus descendentes serão os próprios beneficiados.  Esse é o entendimento que se extrai da mensagem contida na palestra da assistente social Janiquece Aguiar Silva, na “I Conferência Municipal da Cidade”, sob o tema “Controle Social e Participação Popular”, promovida pela Prefeitura de Livramento de Nossa Senhora, dia 26 de julho de 2007, na Câmara de Vereadores, cumprindo determinação do Ministério das Cidades, para visualizar melhor os problemas dos municípios e possibilitar distribuição mais adequada dos recursos públicos.

A palestrante observou que o interesse e participação popular, ante as questões coletivas, ainda é incipiente entre nós, embora haja todas as garantias, suportes e condições legais para que ocorresse de forma contrária. Lembrou os duros tempos da ditadura, em que o cidadão era podado em seus direitos, ou seja, queria participar e não podia e, hoje, pode e não quer. Salientou que os direitos constitucionais vigente atualmente custaram a vida de cidadãos, como na época do regime militar, que lutaram por eles e nem chegaram a usufruí-los, agora desperdiçados pela geração beneficiada, que é a nossa. Janiquece Silva conclamou todos à participação, mas também condenou a crítica fácil dos que vivem à sombra da inércia e não participam.

A assistente social frisou que é importante participar dos conselhos municipais, dos conselhos comunitários, onde o cidadão pode se inteirar do que acontece no seu município e para onde pode levar necessidades de interesse coletivo. Indicou também o Ministério Público, o Tribunal de Contas dos Municípios e a Justiça como instâncias onde os direitos dos cidadãos podem ser defendidos, pois são vastos os mecanismos legais nesse sentido, como as representações junto ao à Promotoria de Justiça e as conseqüentes ações civil pública e popular. Citou como ápice da participação cidadã as audiências públicas, a que todo cidadão deve comparecer e apresentar suas colaborações.

Lixo é preocupante

Outro palestrante do dia foi o prefeito municipal de Livramento, Dr. Carlos Roberto Souto Batista (foto), que se mostrou particularmente preocupado com o destino dos resíduos sólidos – o lixo – produzidos na cidade. Para ele, trata-se de uma questão que exige gerenciamento compartilhado e descentralizado, com intensa participação do cidadão. Segundo o prefeito, a coleta e destinação do lixo são hoje problemas graves, atinentes a todos os aglomerados urbanos, da metrópole às pequenas cidades. E alerta para a necessidade urgente de se conscientizar a população para produzir menos lixo, pois, na escalada atual, não haverá espaço suficiente para acomodá-lo. Disse que se faz imperiosa a coleta seletiva e a adoção de comportamentos que evitem desperdícios, que é uma das principais fontes geradoras de lixo desnecessário.

Carlos Batista lembrou que, com os “lixões” que rodam as cidades, surgiu a figura dos “catadores de lixo”, também conhecidos como badameiros, que sobrevivem do recolhimento desses descartes, quase sempre em condições insalubres, vendendo-os para reciclagem ou mesmo os consumindo diretamente. Acrescenta que as administrações públicas planejam aproveitar essa atividade para minimizar o problema, com a concomitante e indispensável colaboração da população. Disse que a idéia é fazer com que o lixo residencial, devidamente selecionado na origem, seja recolhido pelos catadores ali mesmo ou em pontos específicos da cidade, para o que receberiam o apoio necessário do poder público, evitando, assim, que a maior parte dos resíduos chegue aos “lixões”.

O lixo urbano, ou resíduos sólidos, é constituído de material plástico, rejeitos orgânicos (frutas, cascas, folhas, alimentos etc) e restos de obras e ou serviços, e os chamados especiais, produzidos por hospitais, clínicas e farmácias. Para o prefeito livramentense, que é médico, o chamado lixo hospitalar é o mais problemático e preocupante, pois, segundo ele, nenhuma prefeitura da Bahia, nem mesmo a da capital, dispõe da estrutura técnica indicada para recolhimento, tratamento e destinação desses resíduos. Todavia, garantiu que o hospital da cidade adota cuidadosamente os meios convencionais disponíveis, nesse sentido.

Com relação ao “lixão” de Livramento, totalmente inadequado e objeto de uma ação civil pública movida pelo Ministério Público, o prefeito Carlos Batista informou que está prestes a firmar um TAC (Termo de Ajustamento de Conduta), comprometendo-se a efetivar as providências requeridas pelo promotor de justiça, destinadas a evitar a degradação do meio ambiente e a contaminação da população. Na sua vez de falar, o promotor Moisés Anderson, alertou para os cuidados na coleta e destinação do lixo, que, antes de ser lançado no meio ambiente, deve ser tratado; que o saneamento ambiental deve começar em casa e que cada cidadão deve se colocar na condição de salvar o meio ambiente.

As ilustres ausências

A “I Conferência Municipal da Cidade” foi o evento voltado para o interesse coletivo mais importante realizado em Livramento de Nossa Senhora, nos últimos anos, mas atraiu pequeno número de cidadãos, embora tenha lotado as galerias. Apesar de realizado na sede do Poder Legislativo, entre os ausentes estavam suas excelências os vereadores da própria casa, todos, com exceção do presidente Marilho Machado Matias, que dirigiu os trabalhos.


Janiquece Silva: apelo à participação popular.. Promotor Moisés: educação contra o lixo

_____________________________________________________________

 

30.07.2007 – Alta complexidade

Saúde precisa de investimentos

O município de Livramento de Nossa Senhora gastou cerca de R$6 milhões em ações da área de saúde, em 2006, segundo consta da prestação de contas do Poder Executivo, correspondendo a 23% do orçamento, quando o previsto é 15%. Todavia, não são visíveis os resultados desses vultosos gastos, pela razão simples de não ter havido investimentos, tratando-se praticamente de despesas. Investimentos seriam, por exemplo, ampliação do hospital e construção de novas unidades e não há evidências de que isso tenha ocorrido. O dinheiro foi gasto com custos operacionais – salários, exames, materiais etc – e no apoio direto a pacientes, itens dos quais a gestão pública não pode fugir.

Devido ao elevado índice de indigência e pobreza do município – 88%, somados os dois itens – a Prefeitura acaba tendo de suportar, com recursos do seu orçamento, o pagamento de exames de pacientes quando realizados fora do domicílio, notadamente os de alta complexidade. Como se não bastasse isso, 20% a 30% desse atendimento referem-se a pacientes oriundos de municípios vizinhos, sem qualquer participação financeira das respectivas prefeituras, segundo informa a secretária municipal da saúde, Simone Cordeiro (foto). São custos que Livramento, obviamente, não tem condições nem está obrigado a bancar, apesar do sentido humanitário do atendimento.

As verbas federais para a região ficam concentradas em Vitório da Conquista, das quais os demais municípios, de regra, ficam à míngua ou recebem de forma limitada. A secretária admite que Livramento está sendo referência em saúde, na micro região em que se insere, sem, todavia, ter estrutura para isso. Justifica dizendo que o hospital já perdeu 12 dos leitos originais, necessitando de ampliação e o município carece de uma maternidade, o que, segundo ela, já está sendo proposto pelo poder público local. O ideal é que o Estado bancasse a construção de um hospital e de uma maternidade para atendimento regional.

 ____________________________________________________________

 

30.07.2007 – Datas lembradas

Noite Cultural no CEJVB


Os estudantes do turno noturno aplaudiram as apresentações da "Noite Cultural" do CEJVB

Sob o título “Alto Astral”, os estudantes da turma 5 do 2º colegial do Colégio João Vilas Boas, em Livramento de Nossa Senhora, deram continuidade ao programa “Noite Cultural” do estabelecimento, dia 27 de julho, lembrando as efemérides e homenageando os vultos do mês, tendo como organizadoras as professoras Bianca e Cléia. Os alunos apresentaram quadros de música, encenações teatrais, dança, humor, declamações etc, aflorando a criatividade e revelando seus pendores artísticos. As datas lembradas, pela ordem, foram: Independência da Bahia (2 de julho); Dia do Hospital (02); Dia Mundial do Rock (13); Dia do Enfermeiro (14); Dia do Futebol (19); Dia do Amigo (20); chegada do homem à lua (20); Dia do Escritor (25); Dia dos Avós (26); e Dia do Agricultor (28). Alunos que participaram das apresentações: Antônio Carlos, Selma, Evaneide, Luis Eduardo, Gislene, Marilane, Vânia, Elizabete, Valdemir, Maria Rosa, Luiz Eduardo, Carlos, Cristina, Anderson, Adevanice, Jailson, João Marcos, Marli, Romana, Cristiane, Ana Carolina, Aline, Regiane, Graciano, Valdemir, João, Jobenilson, Darlan, Judite, Roniel e Luane. Participação especial das crianças Bruna, Daniela e Mirela.


Jailson caracterizou o poeta Castro Alves .......Cristiane e Marilane, como "agricultoras"


"Caipiras" engraçados na "Noite Cultural" ......Antônio Carlos e Vânia: forró romântico


Roniel e Luane: "sai da minha gafieira"..........."Vovó" Marli com Bruna, Daniela e Mirela


Escolinha do Barulho: Aldair (professor), Valdemir, Cristiane, João, Carol, Vania, Maria Rosa, Marilane, Jovenilson, Judite e Darlan (alunos)

_____________________________________________________________

 

30.07.2007 – Matadouro

Iniciadas as obras da reforma


Reforma do matadouro será concluída em seis meses (foto: site da Prefeitura)

O matadouro público de Livramento de Nossa Senhora está sendo reformado, depois de muitas denúncias e uma ação civil pública, na Justiça local, movida pelo Ministério Público, diante da situação vexatória em que se encontrava. O próprio secretário da agricultura, Elvio Nunes Dourado, responsável pela sua manutenção, admitiu que não havia propriamente um matadouro, ao afirmar, em entrevista para o site da Prefeitura, que “Na verdade, Livramento vai possuir um Matadouro propriamente dito após esta reforma”, acrescentando que “O que temos, atualmente, é um local coberto e cimentado com currais de confinamento do gado e de suínos para abate”.

O secretário garantiu, na mesma entrevista, que o matadouro, com a reforma, estará dotado de todos os requisitos técnicos exigido nesse tipo de equipamento, garantindo a salubridade dos produtos oriundos do abate dos animais. O ideal é que não houvesse essa matança indiscriminada, para atender aos caprichos humanos. Mas, se é para ter, que exista na forma adequada. É bom lembrar igualmente que esse tipo de equipamento deveria ser da exclusiva responsabilidade dos que se dedicam a essa atividade econômica privada, principalmente, no tocante a custos. Espera-se, então, que a Prefeitura cobre as taxas de direito, para que o erário seja ressarcido do investimento feito e tenha o local como fonte de receita.

____________________________________________________________

 

30.07.2007 – Eletrificação

Mais energia para o Benito Gama


Energia Benito Gama: Foto: site da Prefeitura 

“Prezado Prefeito Dr. Carlos: Com satisfação, comunico-lhe o início das obras de eletrificação das ruas do bairro Benito Gama”. Apesar da impropriedade redacional, esse é o trecho de uma boa notícia, publicada no site oficial da Prefeitura, dada ao prefeito Carlos Roberto Souto Batista, de Livramento de Nossa Senhora, pela deputada estadual Marizete Pereira, esposa do vice-governador da Bahia, Edmundo Pereira. A “impropriedade redacional”, que entendemos existir, vem do fato de, pela lógica, sendo o prefeito o gestor do município deveria ele comandar o início da obra e não dele ser informado. E continua a ilustre parlamentar: “Este foi um dos seus pleitos para Livramento, concretizado pelo nosso empenho junto à Coelba e à Secretaria da Infra-Estrutura. Quero, no ensejo, reafirmar o meu compromisso, não só para com a comunidade do bairro Benito Gama, mas para com toda a população de Livramento de Nossa Senhora, à qual tenho a honra de representar no âmbito estadual. Saudações”.

A comunidade do Benito Gama, em nome do prefeito, agradece!

____________________________________________________________

 

30.07.2007 – Colação de grau

Unopar forma administradores

Um grupo de oito formandos do curso de Administração da Universidade Norte do Paraná - UNOPAR, estará colando grau, em ato solene, próximo dia 17 de agosto de 2007, às 19h, no salão nobre do Clube de Campo Caiçara, em Livramento de Nossa Senhora, na Bahia. Às 22h, do mesmo dia, haverá o baile de gala de confraternização, entre formandos, familiares e convidados. A missão em ação de graças será dia 16, às 19h30m, na Catedral de Nossa Senhora do Livramento. O novos administradores são: Euclides Batista Filho, Jordânia Silva, Mara Rúbia das Virgens S. Batista, Mário Silva Souza, Melise Lima Castro Silva, Maria Terezinha Meira Lima, Poliana Bonfim Souza e Webster Nobral Meira Lima.

Homenageados pela turma: Elizabet Bueno Laffranchi (Reitora), Elisa Maria de Assis (Pró-Reitora), Luciene de Paula Soutello Koetz (Coordenadora do Curso de Administração), Manoel Francisco G. Pereira (Diretor da UNOPAR de Livramento), Flávio Alex Ramos Machado (Paraninfo), Raimundo Marinho dos Santos (Patrono), Rafael Messias Tanajura Lessa (Amigo da Turma), Laís Aparecida Lima Silva Matias (Funcionária), Cilene Carneiro Alves (1ª Tutora).

___________________________________________________________

 

22.07.2007 – Homenagem

Novos cidadãos de Paramirim

Terezinha Meira, juiza Luizlinda, des. Roberto Gonçalves, ministro Castro Meira e des. Benito Figueiredo

A Câmara Municipal de Paramirim, vizinho a Livramento de Nossa Senhora, na Bahia, homenageou com o título de “cidadão paramirinhense”, dia 20 de julho, em sessão solene especial, diversas personalidades, entre as quais o ministro do Superior Tribunal de Justiça - STJ, José de Castro Meira, natural de Livramento, que iniciou a carreira jurídica, como promotor de Justiça, naquela cidade. Os demais honrados com o título foram os desembargadores Benito Alcântara de Figueiredo, atual presidente do Tribunal de Justiça da Bahia, Antônio Roberto Gonçalves, ambos da cidade de Macaúbas - Ba, que lá iniciaram na magistratura como juizes daquela comarca; a juíza de direito Luizlinda Dias Valois Santos, que também atuou na Comarca, tendo cativado a população; e a senhora Maria Terezinha Santos Meira, professora e assistente social, esposa do ilustre ministro Castro Meira, homenageada pelo marcante trabalho social desenvolvido na cidade, quando lá morou com o marido.

Nos agradecimentos, cada homenageado destacou aspectos emocionantes de suas ligações com o município. Castro Meira, por exemplo, relembrou nomes de pessoas com as quais conviveu e ou trabalhou, salientando que elas “foram muito importantes para mim” e agradeceu à Câmara “por esse título que hoje recebo com muito orgulho”. Já o presidente do TJ-Ba evocou os duros momentos vividos na cidade, quando lá chegou, em 1964, em plenas conseqüências do golpe militar; o “esconde-esconde” dos perseguidos. Arrancou risos da platéia ao mencionar que um deles, enquanto fugia, teve a roupa presa numa cerca de arame farpado e, pensando que já eram os militares que o agarravam, gritou, em pânico, “me solta, me solta, eu sou da Legião de Maria”.

O desembargador Antônio Roberto Gonçalves recordou que foi lá que conheceu sua esposa e constituiu família, tendo citado também os tempos juvenis, na cidade de Macaúbas, ao lado do colega e conterrâneo Benito Figueiredo. A senhora Maria Terezinha Meira deixou a emoção aflorar com as lembranças do trabalho social que realizou, da famosa construção do muro do colégio onde ensinou, em mutirão com os estudantes. Já a juíza Luizlinda Santos não conteve a vibração e sintetizou sua emoção afirmando: “hoje eu nasci novamente, vou sair publicando por aí que sou filha de Paramirim”.

A concorrida sessão foi dirigida pelo presidente da Câmara Municipal, Antônio Robson Martins Bittencourt, que solicitou fosse observado um minuto de silêncio pelo falecimento, naquele dia, do senador Antônio Carlos Magalhães. O ato lotou o salão nobre do Centro Cultural Nabor Caíres de Brito. Entre os convidados, prefeitos, vereadores e outras autoridades de Paramirim e municípios da região, além de familiares e amigos dos homenageados. Os novos cidadãos de Paramirim foram saudados, também, pela juíza de Livramento de Nossa Senhora, Ana Maria Guimarães; e pelo advogado Gilvandro Martins, em nome, respectivamente, dos juizes e bacharéis de direito da região.

Prefeitos Carlos Batista (Livramento) e Alfredo Matias e esposa (D. Basílio), com o  ministro Castro Meira

____________________________________________________________

 

12.07.2007 – São João

São João na Vila do Recreio

Sobre a referência aos festejos juninos na Vila do Recreio, em Livramento de Nossa Senhora, feita na atualização anterior, recebemos, via e-mail, a seguinte mensagem do conterrâneo e amigo Jorge Lessa Guimarães a qual, como sempre procedemos, acolhemos, na íntegra:

“Prezado Raimundo Marinho, Lendo a reportagem “A alegria dos festejos juninos” em O Mandacaru, de 12.07.2007, surpreendemo-nos com a notícia sobre a festa que organizamos no Recreio, fazenda dos nossos avós, assim referida naquela matéria: “Um novo ponto de festa foi acrescentado ao circuito, a aprazível Vila do Recreio, apesar do acesso ter ficado restrito a familiares e amigos próximos do prefeito municipal, que patrocinou o evento privé. Mas quem compareceu afirma que gostou muito”. Conhecendo-o como pessoa e como profissional competente e responsável na missão jornalística de informar – e também de denunciar - estamos certos de que você foi mal informado sobre os fatos. Desse modo, em defesa da verdade e no interesse da sua própria credibilidade como jornalista, oferecemos-lhe os seguintes esclarecimentos: 1. A festa junina do Recreio foi uma iniciativa de natureza e âmbito estritamente familiar e não um evento oficial da Prefeitura ou “um novo ponto de festa acrescentado ao circuito”. Por esta mesma razão, ela foi restrita à família do Recreio e a seus descendentes e afins, incluindo o próprio prefeito, além de alguns poucos convidados dos anfitriões. 2. O evento não foi patrocinado pelo prefeito, mas por um grupo de primos que moram em Salvador e que constituíram uma comissão organizadora para tal, incluindo os custos de organização do local, decoração, fogos, som e bebidas. A pavimentação da rua em frente à casa foi feita com rejeitos da Magnesita conseguidos pelo primo Durval Guimarães Tanajura, funcionário daquela empresa, na vizinha cidade de Brumado, enquanto as despesas de sua distribuição e compactação foram custeadas pelo primo Iverlando Guimarães Rocha, morador daquele sítio. A carta-convite abaixo transcrita, enviada com um mês de antecedência aos nossos tios e primos, poderá confirmar para você e para os seus leitores internautas a verdadeira motivação afetiva e familiar daquele evento. Seu acolhimento a este democrático direito de resposta será apreciado. Atencisosamente, Jorge Lessa Guimarães Pela Comissão Organizadora ARRAIÁ DO RECREIO Para: Queridos tios e primos, Queremos rememorar o Recreio e renovar a energia da Casa Grande naquele ambiente de hospitalidade, de alegria e de festa que sempre a caracterizou. Rememorar o amoroso e terno acolhimento dos nossos avós, a atenção e o cuidado carinhoso de nossas tias, a irreverência do tio Yoyô e seu “grito de guerra” (“Eu tenho coragem!“), as poesias e imitações do tio Vavá e aquele “conversê” de todos nós, falando juntos... Pensamos em realizar este desejo através da uma grande comemoração junina na Casa Grande para toda a família do Recreio e seus descendentes e afins. Será uma festa de São João bem típica e bem animada, com muito foguetório, muita sanfona e muito forró, que acontecerá no dia 23 de junho, das 18 às 22h. Para tanto, constituímos uma comissão organizadora da festa, que coordenará as ações necessárias para sua realização e que financiará seus respectivos custos, constituída por Eduardo, Jorge, Maria do Carmo, Dayse, Mamá, Chico Zé, Valeriano, Iverlando e Ernando Luiz. Nosso propósito é realizar este encontro com a participação ativa de todos os tios e primos que se identificarem com esta idéia e com este propósito. Desta forma, queremos contar com sua adesão, levando um prato típico de comida junina, cuja definição deverá ser acordada com Lédima, em Livramento. Aguardamos sua resposta até o dia 01 de junho, para que possamos elaborar e executar um planejamento adequado do nosso evento. A COMISSÃO ORGANIZADORA Salvador-BA, Maio/2007

Nota do Editor: Por ser um dos princípios do “O Mandacaru”, consistente em publicar manifestações dos seus leitores, desde que não ofenda a terceiros, acolhemos os esclarecimentos acima, mesmo não tendo o subscritor sido citado na nota original. Como visto, os esclarecimentos corrigem a incompletude da referência àquela festa, clareando para o leitor que o prefeito aderiu à festa como os demais membros da família organizadora, não se constituindo, portanto, em patrocinador único. De qualquer modo, que fique claro que em nenhum momento “O Mandacaru” informou ter havido uso de recursos públicos no empreendimento, nem que a Prefeitura o tenha promovido. Se pretendesse fazê-lo o teria feito de modo explícito, como é costume do seu Editor. Quanto a ter referido que houvera patrocínio daquela autoridade, para o que se baseou em fonte considerada confiável, esclareça-se que é lícito ao excelentíssimo senhor prefeito patrocinar o que bem entender, incluindo eventos privados, sem que isso, em princípio, configure crime ou qualquer outra irregularidade. E se, no caso, não tiver patrocinado nada, fica aqui feita a correção, ao que acrescentamos as escusas do redator, bem como o agradecimento ao querido amigo Jorge Lessa Guimarães, pela gentileza dos esclarecimentos.

____________________________________________________________

 

22.07.2007 – Repasses federais

Verbas de convênios: R$4,5 milhões

Nos últimos 11 anos, ou seja, entre 1996 e 2007, o município de Livramento de Nossa Senhora, na Bahia, foi beneficiado com recursos da ordem de R$4.555.996,00 (quatro milhões, quinhentos cinqüenta e cinco mil, novecentos noventa e seis reais), através de convênios com o governo federal. Os beneficiários foram Prefeitura Municipal (78,9%); Associação do Distrito de Irrigação do Brumado-ADIB (15,9%) e Associação do Semi-Árido da Microrregião de Livramento-ASAMIL (5,2%). Dos 24 convênios firmados com a Prefeitura Municipal, no período, oito foram na atual gestão, totalizando cerca de R$1.347.183,00.

De gestões anteriores há pelo menos R$1.367.000,00 a serem liberados, dependendo, portanto, de uma ação mais efetiva da administração municipal. Entre estes, estão, por exemplo, recursos para saneamento básico (R$240.000,00); combate à dengue (R$35.000,00); conclusão de escola de primeiro grau com terminalidade agropecuária (R$350.000,00); melhorias de instalações físicas de escolas (R$71.000,00); elaboração do projeto básico da adutora da Vila de Iguatemi (R$139.000,00) e para transposição de bacias dos riachos Taquari-Vereda para o Rio do Paulo (R$138.000,00); e aquisição de materiais para sistemas de abastecimento de água em várias comunidades (R$300.000,00).

Clique no site a seguir para ver a lista completa dos convênios www.cgu.gov.br/convenios.

____________________________________________________________

 

22.07.2007 – Homenagem II

Sindicato homenageia Castro Meira

O ministro José de Castro Meira na inauguração da biblioteca com seu nome no Sindicato dos Professores

O Sindicato dos Profissionais da Educação de Livramento de Nossa Senhora prestou uma homenagem ao ministro do Superior Tribunal de Justiça, José de Castro Meira, dando seu nome à biblioteca da entidade, inaugurada, dia 21 de julho, com o descerramento da placa feita pelo próprio ministro. O magistrado esteve acompanhado da sua esposa, D. Maria Terezinha Santos Meira e foi muito cumprimentado pelos professores municipais. Ao justificar a homenagem, o presidente do Sindicato, Nairto Rego, destacou a figura proeminente do ilustre brasileiro, nascido em Livramento. Na oportunidade, foi exibido um vídeo, produzido por Evanildo Teixeira, com um breve histórico da vida do ministro, desde os tempos juvenis do Ginásio de Livramento até a posse na alta magistratura nacional.

____________________________________________________________

 

22.07.2007 – "Zio Machado"

“Faraó” entrega santuário ao povo

A crença de Zio Machado ficou caracterizada nas expressivas imagens que mandou esculpir para o oratório

 

Criativo e irrequieto, mesmo aos 88 anos, o comerciante aposentado Francisco Tanajura Machado, o “Zio Machado”, de Livramento de Nossa Senhora, Bahia, não para de surpreender com atos voltados para a fixação da memória da sua geração. Depois de ser apelidado de “O Faraó do Sertão”, ao construir o próprio túmulo, no cemitério da cidade, em dimensões pouco convencionais, em dezembro de 2002, agora ele inaugura um “Santuário”, em proporções bem mais modestas, mas no meio do mato, tendo por referência uma modesta casinha, que ele reformou para receber os visitantes.

O mausoléu, de seis pavimentos, repercutiu, à época, em vários órgãos da imprensa nacional. O “Santuário” também agradou e fica a cerca de 3 km da cidade, às margens da estrada que liga o sede do município ao povoado de Barrinha, sentido leste. Segundo “Zio Machado”, a base da obra possui 6m², tendo 5m de profundidade, formando um bloco maciço de concreto, como uma enorme pedra, em cujo interior ele vai guardar algumas bugigangas, incluindo documentos, armas antigas, moedas, relógios, a serem lacrados com uma lâmina de cimento de 1m de espessura.  

Enterrar os objetos é o modo com ele pretende perpetuar a lembrança da sua passagem pela Terra e que justifica dizendo: “tudo vem da terra e à terra um dia volta e eu quero devolver à terra um pouco daquilo que eu tinha”. A um metro do solo, ergue-se o altar, igualmente fechado, onde foram entronizadas as imagens, de cerca de 60 cm, do Anjo da Guarda, Jesus Cristo e a Sagrada Família. Os espaços do cume da torre ainda não foram preenchidos, havendo, por ora, apenas amostras de pedras que lembram a antiga atividade mineradora do Seo Zio Machado.

A obra foi inaugurada em 15 de julho de 2007, aniversário de Zio Machado, que mandou celebrar uma missa no local, oficiada pelo padre Theobaldo, de Salvador. Em seguida foi oferecido um churrasco aos convidados, regado com muita cerveja, a que compareceram familiares e inúmeros amigos, inclusive o prefeito da cidade, Dr. Carlos Roberto Souto Batista e esposa, D. Suzete Spínola Souto. O “Santuário” tem a forma de um cristal, como o já famoso mausoléu, marcas do desejo de Seo Zio de fazer algo diferente do que observou em países como Espanha, Itália, Áustria, Egito.

Na homilia que proferiu, na ocasião, o padre Theobaldo destacou a obra de Zio Machado como o gesto de uma pessoa bem situada na vida, “de quem não se fechou para si mesmo e se abre para o mundo”, acrescentando que “a pessoa que quer preservar a sua memória é porque tem a certeza de que viveu com dignidade; que amou tanto a vida que quer deixar o seu sinal para as futuras gerações”. Nessa hora, externou a parte mais surpreendente do sermão, dizendo que “rolei na cama até às 4h, pelo egoísmo de um jovem”, destacando que tal jovem “ainda não reconheceu o seu valor (dele jovem) e necessita ligar o som do seu carro”, que “perdeu a capacidade de ouvir o som de um pássaro, o som de uma cachoeira. Tenho pena dele”.

Encerrando a celebração, Zio agradeceu a Deus pela oportunidade de viver 88 anos e de poder entregar aquele oratório à comunidade local, onde ele foi criado. E agradeceu, em seguida, os amigos, as crianças, os adultos, os mais velhos, os familiares e parentes que estavam com ele naquele momento.

O inventor de monumentos e crianças da família ..............Mais uma torre para perpetuar a memória de Zio

____________________________________________________________

 

22.07.2007 – Políticas Públicas

Conferência debate sobre saúde

A conferência sobre saúde atraiu dezenas de pessoas da sede e do interior do município de Livramento

“A saúde é direito de todos e dever do Estado, garantido mediante políticas sociais e econômicas que visem à redução do risco de doença e de outros agravos e ao acesso universal igualitário às ações e serviços para sua promoção, proteção e recuperação” (art. 196 da Constituição Federal).

Centrado nessa previsão constitucional e sob o tema “Saúde e Qualidade de vida: Políticas de estado e desenvolvimento”, realizou-se a “III Conferência Municipal de Saúde”, dias 19 e 20 de julho de 2007, em Livramento de Nossa Senhora, Bahia, aberta ao público, para discussão dos problemas de saúde do município. Durante o evento, realizaram-se palestras esclarecendo aos participantes sobre o funcionamento do Sistema Único de Saúde, destinado ao atendimento da população, de forma universal e igualitária.

Em seguida às palestras, ocorreram debates em que foi definida a política municipal de saúde para os próximos quatros anos, do que será gerado um relatório contendo o levantamento das necessidades e proposições a serem encaminhadas ao governo estadual, para se juntar às dos demais municípios e compor, assim, a agenda de saúde do Estado da Bahia, segundo explicou a secretária da Saúde de Livramento, Simone Silva Cordeira. Essa agenda será debatida em conferência estadual, em setembro próximo, da qual sairá sugestões a serem enviadas ao Ministério da Saúde, para respaldar a elaboração dos programas nacionais de saúde.

Realizaram o evento Prefeitura, através da sua Secretaria da Saúde, e o Conselho Municipal de Saúde, sob a coordenação geral da secretária Simone Silva Cordeiro. As palestras ficaram a cargo do Dr. Carlos Roberto Souto Batista, prefeito municipal (“Saúde e Qualidade de Vida: Políticas de Estado e Desenvolvimento”); Nívea Moreira Chagas, coordenadora de promoção da equidade em saúde da Secretaria Estadual da Saúde (“Desafio para Efetivação do Direito Humano à Saúde no século XXI; Estado, Sociedade e Padrões de Desenvolvimento”); e Roberto Silva Novais, secretário da Saúde de Barra do Choça - Ba (“Políticas Públicas para a Saúde e Qualidade de Vida; o SUS na Seguridade Social e o Pacto pela Saúde”).

Prefeito Carlos Batista proferiu palestra inaugural do encontro coordenado pela secretária Simone Cordeiro

_____________________________________________________________

 

E-mails: Leia e-mails recebidos pelo “O Mandacaru”

Máximas de D. Maria

 

12.07.2007 – São João

Os alunos no Colégio João Vilas Boas reviveram a beleza das quadrilhas juninas

A alegria dos festejos juninos

Nas roças, nos povoados, nas escolas e na cidade, o livramentense viveu intensamente a alegria dos festejos juninos. É verdade que perderam muito da antiga tradição e não tiveram a organização e o glamour de outros municípios da Bahia, como Macaúbas, Senhor do Bonfim, por exemplo, mas agradaram à maioria. O período começou com um incidente desagradável, no bairro da Estocada, onde teve até tiros, mas a alegria superou tudo, nos circuitos do Passa Quatro, Rua do Areão e na sede do município. Um novo ponto de festa foi acrescentado ao circuito, a aprazível Vila do Recreio, apesar do acesso ter ficado restrito a familiares e amigos próximos do prefeito municipal, que patrocinou o evento privê. Mas quem compareceu afirma que gostou muito. Entre as escolas, o destaque ficou para o Colégio João Vilas Boas, onde alunos, professores, pais e convidados garantiram a animação, não faltando as tradicionais quadrilhas e o encantador casamento na roça.

Na antiga praça da Bandeira, hoje Praça Dom Hélio Paschoal, os dois dias de festejos, 23 e 24 de junho, foram organizados pela Prefeitura, com boas atrações musicais, sendo a grande atração o cantor romântico Amado Batista, em apresentação considerada inesquecível, no dia 24. Houve também apresentações de forró, por diversos grupos locais, ficando o destaque para os representantes da comunidade do povoado de Jurema. Também chamou a atenção o “Tributo a Luiz Gonzaga”, homenagem do forrozeiro Bel Lima ao Rei do Baião. A programação valeu pelo resgate da festa típica, na cidade, que já havia se firmado no calendário dos folguedos juninos da Bahia.


O ponto alto dos  festejos juninos foi o show de Amado Batista (foto: site da Prefeitura Municipal)

O sempre engraçado casamento foi um dos momentos bonitos do São João no CEJVB

Clique aqui e veja mais fotos do "São João"

_____________________________________________________________

 

12.07.2007 – Rio de Contas

Investigação em Rio de Contas

É aguardada com natural expectativa a divulgação do resultado sobre as prisões e o exame do material recolhido na operação policial, realizada no mês passado, em que foram apreendidos documentos da Prefeitura e Câmara de Vereadores do município de Rio de Contas, mediante mandado de busca e apreensão expedido pela Justiça local, a pedido do Ministério Público, que investiga as denúncias de irregularidades na gestão municipal, feitas pelo empresário Roberto Fernandez Veiga, vítima de atentado à bala que o levou à morte. Segundo notícia veiculada pelo jornal A Tarde, “O Ministério Público informou ter encontrado indícios de fraude nos documentos apreendidos”. Na operação policial, foi preso o motorista que teria facilitado a fuga do pistoleiro que atirou em Roberto Fernandez, o que poderá levar às identidades do criminoso, do possível mandante e à elucidação dos motivos do assassinato. Mas há quem não tenha mais dúvida quanto à relação do atentado e as denúncias feitas pelo empresário, na tribuna da Câmara de Vereadores rio-contense, em outubro de 2006.

_____________________________________________________________

 

12.07.2007 – Lançamento

Novo veículo de comunicação

Livramento de Nossa Senhora, na Bahia, e municípios da região passaram a contar com mais um veículo de comunicação, com o lançamento em 22 de junho último, do jornal impresso “Folha da Chapada”, editado pelo jovem jornalista Mauri de Castro Azevedo. Segundo ele, o objetivo é oferecer à comunidade mais uma opção de informação, lembrando, no editorial de apresentação, que “A História mostra que nos países onde existe imprensa livre, a democracia se consolida. Com transparência, uma imprensa livre amplia a participação do povo no cenário político e dá voz aos diversos setores da sociedade”, acrescentando que a Folha da Chamada, um jornal que pretende ser um espaço aberto, amplo e democrático que sirva como instrumento de auxílio, contribuição e, sobretudo, de informação para toda a população desta região próspera”.

_____________________________________________________________

 

12.07.2007 – Seminário

Laticínio em Livramento

Durante o I Seminário Regional da Bovinocultura do Leite, dia 15 de junho último, em Livramento de Nossa Senhora, na Bahia, foi criada uma comissão, ligada ao Conselho Municipal de Agricultura, Meio Ambiente e Desenvolvimento Rural Sustentável, para organizar os produtores e lutar pela instalação de uma indústria de laticínio no município. Uma notícia, sem dúvida, esperançosa. O evento, organizado pela Secretaria Municipal da Agricultura, Comercio, Indústria e Meio Ambiente e aberto pelo prefeito Carlos Roberto Souto Batista, contou com a presença de técnicos e autoridades da área, teve como objetivo discutir a organização da cadeia produtiva do leite, na região, envolvendo produção, inspeção e pasteurização. O propósito é possibilitar o escoamento e transporte da produção de leite e seus derivados, obedecendo a normas sanitárias e conferindo à pecuária leiteira local mais produtividade, mais competitividade e sustentabilidade. Coordenou o evento o secretário da Agricultura do município, Elvio Nunes Dourado.

_____________________________________________________________

 

12.07.2007 – Futebol

“Bom de Bola, Ótimo na Escola”


- Os garotos e futuros atletas exibem, orgulhosos, os uniformes da Escolinha de Futebol da Barrinha, mas terão de dar olé também nos estudos

Esse é o nome da escolinha de futebol inaugurada, pela Secretaria Municipal de Assistência Social, no povoado de Barrinha, em Livramento de Nossa Senhora, para crianças e adolescentes de 7 a 15 anos de idade, que estejam matriculadas na rede escolar. A iniciativa aproveita e apóia experiências da própria comunidade, possibilitando o exercício dos direitos fundamentais da criança e do adolescente, pelo menos quanto à atividade escolar e esportiva, promovendo-lhes o desenvolvimento psico-social e educacional., que beneficia, inicialmente, 35 meninos. A execução do projeto está a cargo do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente, sendo custeado pelo Fundo Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente, conforme noticiou a assessoria da Prefeitura. Esse fundo é formado mediante dotação da administração municipal e doações particulares, estas dedutíveis do imposto de renda. Quem desejar fazer doações para o projeto, basta realizar o depósito de qualquer quantia na conta corrente nº. 16896-3, agência 1089-8, do Banco do Brasil.

D. Suzete Spínola, Secretária da Assistência Social, presidiu a inaugração

____________________________________________________________________________

 

12.07.2007 – Educação

Laboratórios de informática

A Prefeitura Municipal de Livramento de Nossa Senhora, Bahia, divulgou que o município foi incluído no Programa Nacional de Informática na Educação-Proinfo, beneficiando mais de três mil alunos de seis unidades da sua rede de ensino. A iniciativa possibilita a chamada inclusão digital, conforme programas do governo federal, através dos quais os estudantes passam a ter acesso às facilidades oferecidas pelo mundo virtual, abrangendo o acesso à internet. O processo agiliza, moderniza e simplifica a atividade educacional e contribui para a preparação do educando, que se torna mais preparado para competir profissionalmente no mercado. São ferramentas de indiscutível utilidade para os educadores, bastando que sejam adequadamente aproveitadas.